FOCALAL: Fórum de Cooperação América Latina–Ásia do Leste

O Fórum de Cooperação América Latina – Ásia do Leste (FOCALAL) nasceu de iniciativa cingapurense-chilena, em 1999, tendo como objetivo estimular interação e conhecimento mútuos, promover maior diálogo político e intensificar a cooperação, de forma a criar possibilidades de atuação conjunta nos mais diversos campos.

 

A iniciativa do FOCALAL identifica-se com o objetivo brasileiro de ampliar a aprofundar suas relações com a Ásia, nas esferas diplomática, econômica e comercial. O Fórum representa linha auxiliar para o fortalecimento e para a dinamização das relações bilaterais dos países da América Latina com os da região asiática, em particular com aqueles cujo relacionamento ainda carece de maior densidade.

O Fórum constitui o mecanismo mais abrangente de cooperação envolvendo a Ásia de Leste e a América Latina. Congrega hoje 36 países: 18 da América Latina (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Suriname, Uruguai e Venezuela) e 16 da Ásia do Leste (Brunei, Camboja, China, Cingapura, Coréia do Sul, Filipinas, Indonésia, Japão, Laos, Malásia, Mongólia, Mianmar, Tailândia, Vietnã, Austrália e Nova Zelândia).

São princípios básicos do FOCALAL, à luz das normas fundamentais do Direito Internacional: o respeito à soberania e à integridade territorial de cada país, a não-interferência em assuntos internos, a igualdade, o benefício mútuo, a promoção do desenvolvimento como meta comum, o respeito à diversidade cultural e a prevalência de consenso no processo decisório.

Do ponto de vista institucional, o Fórum conta atualmente com três instâncias: a) Grupos de Trabalho (GT de Cooperação Sociopolítica e Desenvolvimento Sustentável; GT de Comércio, Investimento, Turismo e PMEs; GT de Cultura, Juventude, Gênero e Esportes; GT de Ciência e Tecnologia, Inovação e Educação); b) Comitê de Altos Funcionários; e c) Comitê de Ministros de Relações Exteriores. Há, ainda, dois Coordenadores Regionais, que são países eleitos a cada dois anos, responsáveis por prover consistência aos debates, sediar os encontros e coordenar opiniões e propostas dos Estados-membros.

Doze anos após sua institucionalização (2001), foram realizadas seis Reuniões de Chanceleres – uma delas em Brasília, em 2007, e a mais recente em Bali, em junho de 2013 – e quatorze Reuniões de Altos Funcionários. Atualmente, os Coordenadores Regionais são Costa Rica e Tailândia.

Endereço: Palácio Itamaraty - Esplanada dos Ministérios - Bloco H -Brasília/DF - Brasil - CEP 70.170-900
Fale Conosco | Mapa do Site | Embaixadas | Consulados e Vice-Consulados | Delegações, Missões e Escritórios
Escritório de Representação: EREMINAS, ERENE, ERENOR, EREPAR, ERERIO, ERESC, ERESP, ERESUL
Legalização de documentos brasileiros: Setor de Legalização de Documentos e Rede Consular Estrangeira (SLRC). E-mail: slrc@itamaraty.gov.br