ASPA: Cúpula América do Sul-Países Árabes

A Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA) é um mecanismo de cooperação inter-regional e um fórum de coordenação política, cujo objetivo é aproximar os líderes de duas regiões, que possuem afinidades políticas, econômicas e culturais.

A Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA) é um mecanismo fundado na cooperação Sul-Sul e na coordenação política em foros multilaterais, cujo objetivo é aproximar os líderes e as sociedades civis dos países das duas regiões.
 
A criação do mecanismo foi proposta pelo Brasil, em 2003, e formalmente criada na I Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da América do Sul e Países Árabes, ocorrida em Brasília, em 10-11 de maio de 2005. A II Cúpula ASPA realizou-se em Doha, no Catar, em 31 de março de 2009. A III Cúpula ASPA, realizada no dia 2 de outubro de 2012, foi primeiro encontro entre os mandatários das duas regiões depois de iniciada a “Primavera Árabe". Participaram 11 países da América do Sul e 20 países árabes (todos que integram a LEA, com exceção de Somália e Síria), além dos Secretários-Gerais da UNASUL e da LEA. Realizou-se, à margem da Cúpula, Foro Empresarial com 450 representantes de empresas das duas regiões.
 
Integram a ASPA 34 países – entre Estados sul-americanos e árabes –, bem como o Secretariado-Geral da Liga dos Estados Árabes (LEA) e a União das Nações Sul-Americanas (UNASUL). Pelo lado sul-americano, são membros: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela. Pelo lado árabe, são membros: Arábia Saudita, Argélia, Bareine, Catar, Comores, Djibuti, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Iraque, Jordânia, Kuaite, Líbano, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Omã, Palestina, Síria, Somália, Sudão e Tunísia.
 
O Brasil é o coordenador regional sul-americano da ASPA por haver sediado a I Cúpula e, por decisão dos membros do mecanismo, até que a Secretaria-Geral da UNASUL seja constituída e plenamente operacional para assumir a representação regional. Pelo lado árabe, a coordenação é desempenhada pelo Secretariado-Geral da Liga dos Estados Árabes (LEA). Além das Cúpulas de Chefes de Estado e de Governo, a estrutura da ASPA compreende um Conselho de Chanceleres e um Conselho de Altos Funcionários. As Cúpulas são realizadas de três em três anos e as demais instâncias reúnem-se regularmente, inclusive à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, desde 2009.
 
No âmbito da cooperação setorial, existem 5 Comitês Setoriais nas áreas de Cooperação em Ciência e Tecnologia, Cooperação Ambiental (com um Sub-Comitê de Combate à Desertificação), Cultural, Econômica e em Temas Sociais. Destaca-se a realização das seguintes Reuniões Ministeriais: duas reuniões de Ministros da Economia, duas de Ministros da Cultura, uma reunião de Ministros da Educação, uma de Ministros do Meio Ambiente, duas de Ministros de Assuntos Sociais e um encontro de Ministros Responsáveis pela Gestão de Recursos Hídricos e Combate à Desertificação. Desses encontros resultaram planos de ação que vêm sendo implementados pelos referidos Comitês Setoriais.
 
 
Destacam-se, como realizações no processo de aproximação inter-regional, a cooperação técnica na redução dos impactos e no enfrentamento de processos de desertificação e degradação de solos, assim como o intenso intercâmbio cultural, estabelecido, sobretudo, a partir da constituição da Biblioteca e Centro de Pesquisas América do Sul-Países Árabes (BibliASPA), que vem traduzindo livros, organizando palestras, mostras de cinema e o Festival Sul-Americano da Cultura Árabe, realizado anualmente desde 2010, além de cursos de língua árabe no Brasil e em outros países sul-americanos (Argentina e Peru).
 
Na área dos negócios, as sociedades civis das duas regiões têm-se aproximado, por meio de Fóruns Empresariais realizados à margem das Cúpulas de Chefes de Estado, tendo sido constituída em Buenos Aires, em 15 de abril de 2013 a Federação de Câmaras de Comércio Árabes Sul-Americanas, para estimular ainda mais o intercâmbio comercial birregional que, no período entre 2005 e 2011, teve um aumento de 101,7%, ou seja, mais do que dobrou.

Palácio Itamaraty, Brasília – Telefones: (61) 2030-6160 / 8006 / 8007
Fax: (61) 2030-8002 / 8017     –     imprensa@itamaraty.gov.br


www.itamaraty.gov.br :: twitter.com/mrebrasil :: youtube.com/mrebrasil :: flickr.com/mrebrasil