Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

https://www.washingtontimes.com/news/2019/sep/7/brazils-president-again-stresses-sovereignty-over-/?utm_source=RSS_Feed&utm_medium=RSS

07/09/2019

Os países assinaram um texto de 16 medidas que buscarão especificar.

Em cúpula realizada na cidade amazônica de Letícia, Colômbia, sete países amazônicos assinaram um acordo de 16 pontos para melhorar a situação na Amazônia.

A reunião contou com a presença dos presidentes da Colômbia, Iván Duque; Peru, Martín Vizcarra; Equador, Lenín Moreno; e Bolívia, Evo Morales. O brasileiro Jair Bolsonaro participou, por videoconferência, uma vez não ter podido comparecer em decorrência da quarta operação em consequência da facada que recebeu durante a campanha eleitoral no ano passado.

Parte da intervenção de Bolsonaro foi registrada na declaração final, na qual afirma que os países atuarão “reafirmando os direitos soberanos dos países da região amazônica sobre seus territórios e seus recursos naturais, incluindo o desenvolvimento e uso sustentável desses recursos, reconhecidos pelo direito internacional ”.

O pacto tem oito pontos-chave que visam a criação de uma rede de cooperação regional, monitoramento mais detalhado do clima e da biodiversidade e um sistema de alerta precoce sobre desmatamento e degradação. Além disso, campanhas de educação serão desenvolvidas, mecanismos financeiros públicos e privados fortalecidos e promovido o uso sustentável dos ecossistemas da Amazônia. Finalmente, serão atendidas as áreas afetadas por incêndios e mineração ilegal e promovido o empoderamento das mulheres indígenas.

Pesquisa:
Fim do conteúdo da página