Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

O Painel do Itamaraty constitui síntese das questões trabalhadas por Fayga Ostrower. Um privilégio para os olhos do visitante.

 

 

Obra encomendada, em 1967, pelo embaixador Wladimir Murtinho (1919-2002), foi especialmente criada pela artista para compor uma das salas do Palácio dos Arcos, em Brasília.

Fazendo um uso particular da xilogravura em espaço monumental, se pensada a tradição ilustrativa desta técnica, a artista submete as matrizes xilográficas a uma complicada engenharia, sobrepondo-as e/ou justapondo-as. As cores impregnadas nas matrizes, formas fragmentos, agem umas sobre as outras. Tecnicamente a artista amplia a capacidade expressiva da madeira.

As transparências resultantes permitem ao fruidor uma percepção que valoriza e resgata a presença das forças da matéria trabalhada. Fayga Ostrower instaura uma dimensão temporal, a partir da impressão das múltiplas matrizes de cor, que vai ser vivida na recepção da obra. Diante do painel, há um aprofundamento do exercício da visualidade, um contínuo buscar de estruturas e formas que se organizam e se movem originando outras estruturas. Uma realidade mutante que se dá em termos semelhantes aos da dinâmica da vida: fazer – desfazer - refazer.

Todo o movimento que as formas diáfanas criam precisa ser vivido pelo visitante. É impossível permanecer indiferente tal é a mestria da provocação.

[...] um grupo de gravuras. [...] trata-se de um trabalho que acaba de nascer - terminei-o esta semana: é uma série de 7 gravuras verticais, formando em conjunto uma grande horizontal. Quis resolver cada gravura independentemente e, no entanto, ligá-las num ritmo comum e crescente, como se fossem movimentos de uma sinfonia.
Fayga Ostrower, 1968

[...] utilizei 39 matrizes de cor - a isto soma-se o número da tiragem (30 exemplares) e (se)terá uma ideia do que representou em trabalho físico e, principalmente, em concentração sustentada. De fato, é até agora, o projeto mais elaborado que me propus e, creio, o trabalho mais importante. Quis criar um espaço festivo e cantante e espero que o tenha conseguido apesar de todas as dúvidas que [...] sempre acompanham um trabalho de tamanha envergadura e, principalmente, responsabilidade.
Fayga Ostrower, 1968

[...] a obra dela tem organização sem perder o seu caráter lírico. A gravura de Fayga foi sempre um elemento de reflexão.
Frederico Morais ,1989.

[...] a importância do trabalho dela na linguagem abstrata é exatamente o de uma artista que, desde o começo, buscou no seu trabalho fundar significação da nova linguagem.
Ferreira Gullar, 1989


Sua presença dentro do abstracionismo no Brasil é das maiores. Estruturando transparências e organizando magicamente o aparente caos, exerceu uma progressão de ordem musical, com suas memórias da paisagem interior.
Walmir Ayala, 1989

Fayga, no fundo, trabalha a questão do olhar [...] Ela está preocupada com a possibilidade de dar ao outro o exercício pleno do olhar.
Paulo Herkenhoff, 1989

A arte de Fayga é isto: um motivo de felicidade.
Carlos Drumond de Andrade, 1969


Catálogo da exposição

Fim do conteúdo da página