Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Programa espacial brasileiro

As tecnologias espaciais contribuem para o
desenvolvimento, gerando benefícios em áreas como clima, prevenção de desastres, proteção do meio ambiente, assistência humanitária, controle de endemias, comunicações, navegação por satélite e educação.

Muitas das atividades espaciais desenvolvidas pelo Brasil são realizadas em cooperação com outros países. Nessas parcerias, nossa expectativa é a de que os desafios tecnológicos sejam enfrentados conjuntamente pelos países envolvidos: não interessa ao Brasil que eventual cooperação se limite a mera aplicação de tecnologias já desenvolvidas por outro país.

O Itamaraty trabalha para encorajar e fortalecer iniciativas de cooperação espacial bilateral e multilateral que tragam benefícios tecnológicos à indústria brasileira, possibilitem o intercâmbio de estudantes, pesquisadores e cientistas e resguardem os interesses dos países em desenvolvimento em relação ao uso equitativo do espaço.

Estabelecido em 1961, o programa espacial brasileiro é coordenado pela Agência Espacial Brasileira desde sua criação, em 1991. Os investimentos planejados para o período de 2012 a 2021 têm por foco engajar a indústria brasileira em todos os estágios de desenvolvimento de projetos espaciais e estimular o estabelecimento de uma base industrial nacional sustentável. Para o Brasil, é prioritário atingir autonomia nas atividades espaciais, em razão de seu caráter estratégico para o gerenciamento do vasto território nacional, da importância do domínio das tecnologias de comunicação e de informação, bem como dos seus benefícios econômicos e sociais.
Pesquisa:
Fim do conteúdo da página