Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
285

O Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados, António Guterres, realizará, de 1º a 3 de agosto, sua segunda oficial ao Brasil.

Em Brasília, Guterres manterá encontros com o Ministro Antonio de Aguiar Patriota, entre outras autoridades dos três Poderes. Participará de reunião extraordinária, em sua homenagem, do Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE) e deverá encontrar-se com refugiados e reassentados acolhidos pelo Brasil.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) recebeu duas vezes o Prêmio Nobel da Paz (1954 e 1981). Com mais de sete mil funcionários, atua em 123 países e tem mandato de conduzir e coordenar ações internacionais para proteção dos refugiados e atividades de assistência a retornados, deslocados internos e apátridas.

A legislação brasileira de refúgio é considerada uma das mais modernas e abrangentes do mundo. O país também é considerado um exemplo na prevenção da apatridia e será destaque na campanha global sobre o tema a se lançada este mês pelo ACNUR. O Brasil mantém significativa cooperação com o ACNUR. Em 2011, estão previstas contribuições da ordem de US$ 3,7 milhões ao órgão.

Fim do conteúdo da página