Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
283

O Governo brasileiro condena a brutalidade da repressão no Egito e conclama ao diálogo e à conciliação


A escalada da violência e a repressão aos manifestantes no Egito representam séria degradação da situação de segurança em um país-chave para a estabilidade da região.

O Brasil associa-se às manifestações do Secretário-Geral das Nações Unidas no sentido de que a violência e a provocação não são respostas aos desafios enfrentados pelo Egito. Compartilha, igualmente, a opinião do Conselho de Paz e Segurança da União Africana de que o diálogo construtivo entre as partes é indispensável para garantir a estabilidade de longo prazo do Egito.

O Governo brasileiro condena a brutalidade da repressão no Egito e conclama ao diálogo e à conciliação para que as justas aspirações da população egípcia por liberdade, democracia e prosperidade, expressadas na Revolução de 25 de janeiro, possam ser alcançadas sem violência, com respeito aos direitos humanos e com o retorno à plena vigência da ordem democrática.

A Embaixada do Brasil no Cairo está atenta à situação da comunidade brasileira no Egito e alerta para a insegurança no país.

 

***

 

 

Pesquisa:
Fim do conteúdo da página