Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
61

 

                   
                  Mensagens do Ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo e do Ministro dos
                Negócios Estrangeiros Jacek Czaputowicz

 

 

 

Centenário do estabelecimento das relações diplomáticas Brasil - Polônia – Nota Conjunta

Os presidentes do Brasil e da Polônia, Jair Bolsonaro e Andrzej Duda, em conversa telefônica, congratularam-se pelo centenário do estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países. Na ocasião, confirmaram o desejo de aprofundar a cooperação bilateral em prol da prosperidade de seus povos e do fortalecimento da posição internacional de ambos os países.

Há 100 anos, a formalização do relacionamento bilateral reforçava os laços de amizade que uniam os povos das duas nações. A partir das últimas décadas do século XIX, fluxos sucessivos de imigrantes poloneses já chegavam ao Brasil, aportando significativa contribuição ao desenvolvimento do País e dando origem à segunda maior comunidade de descendentes de poloneses no mundo.

Recentemente, Brasil e Polônia têm estreitado, ainda mais, a colaboração em torno da comunhão de valores e da defesa da liberdade, da democracia e da economia de mercado. Os encontros de alto nível entre autoridades dos dois países têm sido cada vez mais frequentes, conferindo lastro político a iniciativas nos planos bilateral e multilateral. O diálogo entre os dois países tem-se intensificado em áreas como defesa, cultura, educação e esportes.

A conversa dos presidentes abrangeu também as consequências globais da pandemia, especialmente no contexto da coordenação econômica em foros como o G20 e a Iniciativa Três Mares, e à luz de novas conexões da economia global. Os líderes do Brasil e da Polônia enfatizaram que ambos os países estão abertos a intensificar as relações econômicas e de investimento bilaterais, o que contribuirá para a superação da crise.

No plano internacional, Brasil e Polônia colaboram estreitamente no âmbito do “Processo de Varsóvia” e no contexto das Nações Unidas promovem iniciativas como a "Aliança para a Liberdade Religiosa" e a "Parceria para as Famílias", que refletem o apreço mútuo pela liberdade e os valores que embasam a formação de nossas sociedades.

Pesquisa:
Fim do conteúdo da página