Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
240

Será realizada em Nova York, em 23 de setembro corrente, a “Cúpula de Ação Climática”, iniciativa do Secretário-Geral da ONU, António Guterres.

O governo brasileiro está plenamente comprometido com o cumprimento de seus compromissos internacionais na área ambiental. Nossa Contribuição Nacionalmente Determinada no marco do Acordo de Paris é uma das mais ambiciosas do mundo, prevendo redução de 37% das emissões de gases efeito estufa de nosso país em 2025, relativamente a 2005, com previsão indicativa de elevar esta meta para 43% em 2030.

O Brasil tomou parte de forma construtiva no processo preparatório da Cúpula de Ação Climática. Nos meses que antecederam o evento, foram formadas nove “coalizões temáticas”, entre as quais uma dedicada a “Infraestrutura, Cidades e Ação Local”, da qual o Brasil participou. Em parceria com o Quênia e o programa ONU-Habitat, o Brasil apresentou uma proposta de ações sobre aprimoramento da resiliência de grupos urbanos vulneráveis.

Além disto, na coalizão sobre “Transição Energética”, apresentamos proposta de promoção de biocombustíveis no setor de transportes baseada em nossa experiência com o Programa Renovabio. Finalmente, na coalizão sobre Soluções Baseadas na Natureza, apresentamos proposta baseada nos resultados exitosos do Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas para a Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura (Plano ABC).

Os organizadores da Cúpula de Ação Climática estabeleceram que apenas chefes de estado e de governo poderão fazer uso da palavra durante o evento.

Fim do conteúdo da página