Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
117

O Brasil enviou a Moçambique, neste fim de semana, uma segunda equipe humanitária para prestar assistência às vítimas dos ciclones tropicais Idai e Kenneth, que atingiram aquele país em março e abril passados. Composta de 29 integrantes da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Minas Gerais, essa equipe desenvolverá ações emergenciais nas províncias de Sofala e de Cabo Delgado até o dia 7 de junho, atendendo a solicitações das autoridades moçambicanas e das agências das Nações Unidas.

A primeira equipe humanitária brasileira, que retorna hoje ao Brasil, chegou a Moçambique em 1º de abril passado, com 40 membros daquelas mesmas corporações. Desde então, as ações humanitárias do Brasil em Moçambique beneficiaram milhares de vítimas dos ciclones, com operações de busca e salvamento, distribuição de cestas básicas e vacinas, desobstrução de vias de acesso em lugares remotos e construção de duas pontes e barracas para desabrigados, entre outras atividades.

A resposta humanitária brasileira a Moçambique é coordenada pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC) do Ministério das Relações Exteriores.

Fim do conteúdo da página