Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
11

O Presidente Jair Bolsonaro recebeu, no dia 16 de janeiro de 2019, o Presidente da Argentina, Mauricio Macri, em visita de trabalho a Brasília.

Após reuniões ministeriais setoriais, o Presidente Bolsonaro reuniu-se privadamente com o Presidente Macri e, em seguida co-presidiu, com seu convidado, reunião ministerial.

Os presidentes ressaltaram a importância desta primeira visita de um mandatário estrangeiro ao Brasil após a posse do presidente Jair Bolsonaro, prova da prioridade que se atribuem reciprocamente os dois países.

Os presidentes fizeram uma primeira abordagem de temas de interesse comum nas esferas bilateral, regional e internacional.

Com relação aos temas da agenda bilateral, os presidentes acordaram que os dois governos devem trabalhar com o objetivo de cumprir metas concretas, no curto prazo, nas diferentes áreas com maior potencial. Destacaram, de forma não-exaustiva mas com sentido de prioridade, a segurança interna e segurança regional, o aperfeiçoamento dos instrumentos bilaterais de cooperação jurídica e de combate ao crime transnacional e à corrupção, o tratamento expedito e sistemático das questões comerciais e de investimentos, a convergência regulatória, a facilitação de comércio, a facilitação do trânsito de turistas, a cooperação consular, a cooperação tecnológica e industrial nas áreas de defesa, nuclear, espacial e de satélites, a infraestrutura física, a conectividade, inclusive aérea, entre os dois países, a ciência, tecnologia e inovação, as energias renováveis e não-renováveis, a integração energética, a cooperação entre as Forças Armadas, inclusive no treinamento para missões de paz das Nações Unidas, a saúde, a educação, o ensino do português e do espanhol, entre outros.

Celebramos a assinatura do novo tratado de Extradição bilateral, o qual aperfeiçoará o quadro de cooperação jurídica entre nossos dois países.

Com relação ao Mercosul, os presidentes decidiram trabalhar durante suas consecutivas presidências pro-tempore, em 2019, para rever a tarifa externa comum, melhorar o acesso a mercados e avançar em facilitação de comércio e convergência regulatória. No plano externo, acordaram impulsionar as negociações mais promissoras já em curso e avaliar o início de novas negociações com outros parceiros.

O Presidente Bolsonaro aceitou convite do Presidente Macri para realizar uma visita de Estado à Argentina em data a ser acordada mutuamente pelos canais diplomáticos.

Fim do conteúdo da página