Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
399

O Brasil finalizou, na manhã de hoje, a doação de R$ 792.000,00 para a restauração da Basílica da Natividade de Jesus, em Belém, na Terra Santa. Trata-se de um dos mais importantes monumentos de peregrinação cristã do mundo, com imenso significado histórico, cultural e turístico.

A Basílica da Natividade foi erguida durante o Império de Constantino, no século IV, e reerguida no de Justiniano, no século VI. Abriga a gruta que a tradição reconhece como o lugar do nascimento de Jesus. Sítio de alto valor histórico, artístico e religioso, a Basílica recebe cerca de 3 milhões de visitantes por ano, inclusive numerosos peregrinos brasileiros.

A doação se deu sob o amparo das Leis 13.669, de 30/5/2018, e 13.735, de 22/11/2018. Servirá, exclusivamente, à recuperação de mosaicos do período bizantino, na porção sul da nave original da Basílica (século IV).

Por se tratar de monumento inscrito na Lista do Patrimônio Mundial da humanidade, os trabalhos de restauração são monitorados pela Unesco. Sob a auditoria da empresa Deloitte Touche Tohmatsu, as obras iniciaram-se em 2013 e deverão concluir-se em 2019.

Além do Brasil, contribuíram até o momento para o projeto Chile, Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Marrocos, Noruega, Polônia, Rússia, Turquia e Santa Sé, entre outros.

Informações adicionais sobre a restauração da Basílica estão disponíveis no endereço eletrônico http://www.nativityrestoration.ps.

O Brasil já contribuiu para a restauração de dois outros sítios cristãos na Terra Santa: a Igreja das Nações, em Jerusalém, e a Igreja da Anunciação, em Nazaré.

Pesquisa:
Fim do conteúdo da página