Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
117

O governo brasileiro tem a satisfação de informar que o governo do Equador concedeu agrément a João Almino de Souza Filho como embaixador extraordinário e plenipotenciário do Brasil naquele país. De acordo com a Constituição brasileira, essa designação ainda deverá ser submetida à apreciação do Senado Federal.

João Almino de Souza Filho ingressou no Serviço Exterior Brasileiro em 1974. Serviu nas embaixadas do Brasil em Paris, México, Beirute, Washington e Londres, como ministro-conselheiro, tendo sido cônsul-geral do Brasil em São Francisco, Lisboa, Miami, Chicago e Madri. No Brasil, foi assessor da Divisão de Política Comercial, assessor de Planejamento Político no Gabinete do Ministro de Estado, assessor de Planejamento Político na Subsecretaria-Geral de Assuntos Políticos, assessor e coordenador no Gabinete Civil da Presidência da República e Diretor do Instituto Rio Branco. Desde 2015, é Diretor da Agência Brasileira de Cooperação.


Mais sobre as relações bilaterais Brasil-Equador

Fim do conteúdo da página