Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
323

Os Ministros das Relações Exteriores dos estados membros da ASEAN (Brunei Darussalam, o Reino do Camboja, a República da Indonésia, a República Popular Democrática do Laos, Malásia, a União de Mianmar, a República das Filipinas, a República de Singapura, o Reino da Tailândia e a República Socialista do Vietnã), por um lado, e, por outro, os estados membros do Mercosul (a República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai e a República Oriental do Uruguai) reuniram-se em Nova York no dia 22 de setembro de 2017, à margem da 72ª Sessão da Assembléia Geral das Nações Unidas.

RECORDANDO as reuniões anteriores ASEAN-Mercosul, realizadas em novembro de 2008, em Brasília, à margem da III Reunião Ministerial do Fórum de Cooperação América Latina - Ásia do Leste (FOCALAL) e também em setembro de 2009, em Nova York, à margem da 64ª Sessão da Assembléia Geral das Nações Unidas, enfatizamos a importância de explorar formas de fortalecer ainda mais os laços inter-regionais, especialmente nos campos de comércio, investimento e economia.

COMPARTILHAMOS a visão de que fortalecer a cooperação no campo econômico é essencial para o desenvolvimento sustentável e a prosperidade inclusiva de nossas nações e para o bem-estar dos nossos povos.

CONCORDAMOS fortalecer ainda mais as relações econômicas entre os estados membros do Mercosul e da ASEAN, incluindo a cooperação em desenvolvimento sustentável, o turismo, a conectividade, a inovação e os vínculos entre pessoas.

EXPRESSAMOS apoio para facilitar o maior engajamento com o setor privado, em particular das micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) nas atividades de comércio entre as nossas duas regiões, bem como para incentivar a interação comercial regular e a participação em feiras de comércio e investimento de cada lado.

ESPERAMOS promover trocas regulares de informações sobre oportunidades de comércio e investimento.

ENFATIZAMOS A IMPORTÂNCIA de serem exploradas oportunidades para fortalecer a cooperação mútua em outras áreas e atividades, conforme acordado por todas as partes no futuro.

Fim do conteúdo da página