Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Nota 

299

 

 

 

O ministro Aloysio Nunes Ferreira visitará o Sudeste Asiático entre os dias 5 e 12 de setembro, onde será recebido pelos chefes de governo de Malásia, Singapura e Vietnã e manterá reuniões de trabalho com os ministros de Relações Exteriores desses países.

Essa visita faz parte do redimensionamento da política externa brasileira para a Ásia. Em conjunto, os países do Sudeste Asiático constituem a sexta economia mundial, com produto interno bruto de aproximadamente US$ 2,5 trilhões. Destacam-se pelo rápido crescimento econômico, pela população de aproximadamente 620 milhões de habitantes e pelo comércio exterior de mais de US$ 2,2 trilhões.

O ministro tratará do relacionamento do Brasil com cada um dos países visitados e os principais temas das agendas regional e multilateral, entre os quais a aproximação entre o Mercosul e a ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático) e a troca de informações a respeito de negociações multilaterais políticas e econômicas.

Em Kuala Lumpur, em 6 de setembro, as reuniões com o primeiro-ministro Najib Razak e com o chanceler Anifah Aman realizam-se no marco da comemoração dos 60 anos da independência da Malásia e constituem a primeira visita de chanceler brasileiro àquele país nos últimos 20 anos. Com um crescimento econômico médio superior a 5% desde 2009, a Malásia foi, em 2016, o quarto maior parceiro comercial brasileiro no Sudeste Asiático, com fluxo comparável àquele mantido pelo Brasil com tradicionais parceiros sul-americanos.

Em Singapura, nos dias 7 e 8 de setembro, o ministro terá encontros com o primeiro-ministro Lee Hsien Loong, o chanceler Vivian Balakrishnan e o ministro sênior do Comércio e Indústria, Koh Poh Koon. Na ocasião, será realizado o seminário empresarial "Brasil e Singapura – Oportunidades para Parcerias", além de encontro com empresários brasileiros. A visita marcará ainda a celebração dos 50 anos do estabelecimento das relações bilaterais e permitirá ao Brasil consolidar sua aproximação com Singapura, tanto no tema de investimentos, quanto na abertura de novas frentes de diálogo, como, por exemplo, em ciência e tecnologia e em mobilidade urbana.

Finalmente, em Hanói, em 11 de setembro, o ministro será recebido pelo primeiro-ministro Nguyễn Xuân Phúc e manterá reunião de trabalho com o vice-primeiro-ministro e chanceler vietnamita, Pham Binh Minh. As relações bilaterais com o Vietnã apresentam grandes avanços desde seu estabelecimento, em 1989. As relações entre o Brasil e o Vietnã distinguem-se, sobretudo, pela notável trajetória do comércio bilateral, que saltou de US$ 47,1 milhões em 2003, para US$ 3,9 bilhões em 2015.

Além desses encontros, em 9 de setembro, o ministro Aloysio Nunes manterá, em Singapura, reunião de trabalho com os embaixadores do Brasil em Singapura, nas Filipinas, na Tailândia, no Timor Leste, em Myanmar e na Indonésia (que acumula o posto com a representação do Brasil na ASEAN). Além do contato em primeira mão com os embaixadores para passar em revista os principais temas da relação do Brasil com esses países, a reunião é parte do esforço de construção de uma política externa para a Ásia, que começou com reunião com os embaixadores na China, na Índia, no Japão e em Singapura, em junho último, em Pequim. Na véspera, o ministro participará de reunião com os chefes dos setores de promoção comercial e atração de investimentos das embaixadas brasileiras no Sudeste Asiático.


Mais sobre as relações bilaterais Brasil-Malásia

Mais sobre as relações bilaterais Brasil-Singapura

Mais sobre as relações bilaterais Brasil-Vietnã

 


Reportar erro Acessar página com todas as notas
 
 
Fim do conteúdo da página