Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
289

O presidente da República, Michel Temer, realizará visita de Estado à China em 1º de setembro próximo. Em Pequim, manterá encontros com o presidente Xi Jinping, com o primeiro-ministro Li Keqiang e com o presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, Yu Zhengsheng.

A visita ocorre a convite do presidente Xi Jinping e reflete o compromisso de ambos os países com o contínuo aprofundamento de sua Parceria Estratégica Global. Na ocasião, deverão ser debatidas medidas, entre outras, para a diversificação do comércio bilateral e a realização de novos investimentos chineses no Brasil, bem como ações de cooperação cultural e consular.

Será também oportunidade para examinar meios de reforçar os canais institucionais existentes entre os dois países — como a Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (COSBAN) e o Diálogo Estratégico Global, entre chanceleres — a fim de imprimir ainda maior dinamismo à gestão da ampla pauta bilateral, em benefício de brasileiros e chineses.

Nos encontros, deverão também ser tratados temas da agenda global, como governança internacional, desenvolvimento sustentável e mudança do clima, além da parceria no âmbito dos mecanismos plurilaterais do BRICS, G20 e BASIC.

No dia 2, o presidente Temer participará de seminário sobre Oportunidades de Investimentos, durante o qual apresentará a empresários chineses a agenda de reformas brasileira e as oportunidades de investimento no Brasil.

A China é o maior parceiro comercial do Brasil. Em 2016, o intercâmbio bilateral alcançou US$ 58,5 bilhões. Também é investidor com crescente presença em setores de relevo da economia nacional.


Mais sobre as relações bilaterais Brasil-China

Fim do conteúdo da página