Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Nota 

277

 

Celebramos hoje, 19 de agosto, o Dia Mundial do Trabalhador Humanitário, designado pela Assembleia Geral das Nações Unidas para homenagear os profissionais que dedicam suas vidas a ações humanitárias.  A data foi escolhida para recordar o atentado ao Escritório das Nações Unidas em Bagdá, ocorrido em 2003, que vitimou, entre outros funcionários, Sergio Vieira de Mello, Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas no Iraque.

Em tributo ao legado desse ilustre brasileiro, serão condecorados com a Medalha Sergio Vieira de Mello as seguintes pessoas e instituições brasileiras: embaixador Gilberto Vergne Saboia, membro da Comissão de Direito Internacional (CDI); Cândido Feliciano da Ponte Neto, diretor executivo da Cáritas/RJ;  Terezinha Kunen, criadora da Pastoral da Criança nas Filipinas; José Gregori, ex-ministro da Justiça e ex-secretário Nacional dos Direitos Humanos; deputada Mara Gabrilli; Tarciso Dal Maso Jardim, consultor legislativo do Senado; capitão Ricardo Phillipe Couto de Araújo; Agência Brasileira de Cooperação e, postumamente, o general José Luiz Jaborandy Junior, que morreu no exercício do cargo de Comandante da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti em 2015.

À semelhança de Sergio Vieira de Mello, e com o mesmo propósito de garantir a dignidade humana das pessoas mais vulneráveis, cada um dos laureados prestou inestimável contribuição nas áreas do direito internacional, direitos humanos, direito humanitário, assistência humanitária, direito dos refugiados e promoção da paz.


Reportar erro Acessar página com todas as notas
 
 
Fim do conteúdo da página