Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
256

O governo brasileiro condena a destituição arbitrária e ilegal da procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega.

A medida compromete a independência do Ministério Público e a preservação das garantias e liberdades fundamentais, confirmando a instauração de um estado de exceção na Venezuela.

Fim do conteúdo da página