Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
77

O ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional dos Emirados Árabes Unidos, Xeique Abdullah bin Zayed Al Nahyan, realizará visita oficial a Brasília, em 16 de março, ocasião em que será recebido pelo presidente Michel Temer e manterá reunião de trabalho com o ministro Aloysio Nunes Ferreira. Ainda em Brasília, terá também encontros com o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, e com o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira. Em 21 de março, o chanceler emirático deverá visitar São Paulo, quando participará da inauguração da nova sede do Consulado-Geral dos Emirados Árabes Unidos e manterá encontros com o governador Geraldo Alckmin e com o prefeito João Doria Junior.

Durante o encontro de trabalho bilateral, os chanceleres tratarão de temas de comércio, investimentos e cooperação técnica, e intercambiarão visões sobre as agendas regionais e global. Deverão ser assinados acordos sobre serviços aéreos, bem como sobre a isenção de vistos.

Brasil e Emirados Árabes Unidos mantêm importante parceria econômica. Entre 2000 e 2016, o intercâmbio comercial Brasil-EAU cresceu 785%, chegando a US$ 2,6 bilhões em 2016, com superávit brasileiro de US$ 1,9 bilhões, o 6º maior saldo brasileiro naquele ano. Os Emirados, juntamente com a Arábia Saudita, são os maiores compradores de produtos brasileiros na região do Oriente Médio.

Os Emirados Árabes Unidos são grandes investidores internacionais, especialmente por meio de seus fundos soberanos. Estima-se que os investimentos emiráticos no Brasil somem US$ 5 bilhões. O país também é um grande centro de negócios e representa porta de entrada para empresas brasileiras nos países do Golfo Pérsico e no Oriente Médio. Devido a sua característica de entreposto comercial, mais de 30 empresas brasileiras contam com escritórios no país, utilizando-o como plataforma para suas exportações na região. A Agência de Promoção das Exportações e Investimentos (APEX-Brasil), por sua vez, mantém escritório em Dubai para apoiar as empresas brasileiras, promover exportações na região do Oriente Médio e atrair novos investimentos para o Brasil.


Mais sobre as relações bilaterais Brasil-Emirados Árabes Unidos

Atos assinados por ocasião da visita do ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional dos Emirados Árabes Unidos, Xeique Abdullah bin Zayed Al Nahyan

Fim do conteúdo da página