Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
35

 A convite do Presidente Michel Temer, o Presidente da República Argentina, Mauricio Macri, realizará visita de Estado ao Brasil no dia 7 de fevereiro. Além de manter encontro com o Presidente Temer, será recebido pelos Presidentes do Senado Federal, da Câmara dos Deputados e do Supremo Tribunal Federal.

A visita de Estado realiza-se em momento de especial convergência nas relações bilaterais e permitirá fazer avançar iniciativas de importância para ambos os países nas mais diversas áreas, em particular comércio e investimentos, segurança das fronteiras, integração e desenvolvimento fronteiriços, ciência e tecnologia, e defesa.

A Argentina acaba de assumir a presidência pro tempore do MERCOSUL e será sucedida pelo Brasil no segundo semestre. Os Presidentes tratarão das prioridades a serem observadas para, lado a lado com os demais sócios, resgatar o espírito original do MERCOSUL: livre mercado e democracia. Privilegiarão medidas para eliminar barreiras no comércio intra-MERCOSUL e para diversificar e revigorar as relações do bloco com parceiros da região e de fora dela.

Buenos Aires foi o destino das primeiras visitas bilaterais do Presidente Michel Temer e do Chanceler José Serra, sinal da importância atribuída pelo Brasil ao relacionamento com a Argentina. O Brasil foi o primeiro país visitado pelo Presidente Macri, ainda como Presidente eleito.

O Brasil é o principal destino das exportações argentinas e o principal fornecedor de produtos para o país vizinho. A Argentina é o segundo destino das exportações brasileiras de produtos manufaturados e o terceiro maior parceiro comercial do Brasil.


Mais sobre as relações bilaterais Brasil-Argentina

Declaração conjunta presidencial por ocasião da visita de Estado do Presidente Mauricio Macri a Brasília – 7 de fevereiro de 2017

Fim do conteúdo da página