Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
450


Foto: ©2016 COP22 MOROCCO

À margem da Conferência do Clima (COP22), em Marraquexe, coalizão de 20 países, interessados nos campos da energia limpa e bioeconomia, anunciou o lançamento da Plataforma para o Biofuturo. O Brasil, propositor original da iniciativa, foi escolhido para coordenar inicialmente a implementação da Plataforma.

A Plataforma para o Biofuturo abrange alguns dos países mais relevantes para mercados e inovação em biocombustíveis avançados e biomateriais. A lista dos participantes inclui Argentina, Brasil, Canadá, China, Dinamarca, Egito, Estados Unidos, Filipinas, Finlândia, França, Índia, Indonésia, Itália, Marrocos, Moçambique, Países Baixos, Paraguai, Reino Unido, Suécia e Uruguai.

O evento foi aberto pelo Ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, e pelo Ministro de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi. Contou com a presença de autoridades de alto nível dos países parceiros da Plataforma e de organizações internacionais (entre elas, FAO e UNCTAD), além de associações do setor privado.

A Plataforma para o Biofuturo dá seguimento aos compromissos estabelecidos na Rio+20, nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e no Acordo de Paris. A iniciativa representa um novo esforço coletivo para acelerar o desenvolvimento e a implantação de biocombustíveis avançados, nos setores mais diversos, como alternativas sustentáveis aos combustíveis fósseis.

A íntegra da declaração de lançamento e informações adicionais estão disponíveis em http://www.biofutureplatform.org/.

Pesquisa:
Fim do conteúdo da página