Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
333

O governo brasileiro saúda o anúncio, pelos Estados Unidos e pela Rússia, em 9/9/2016, em Genebra, de um Acordo de Cessação de Hostilidades, a partir de 12/9/2016; a melhoria do acesso humanitário; a criação de condições para a retomada do Diálogo Político Intra-Sírio mediado pelas Nações Unidas; a separação efetiva, no terreno, entre grupos oposicionistas participantes do Diálogo e grupos terroristas; e o combate ao terrorismo na Síria.

O governo brasileiro espera que a cessação de hostilidades constitua passo significativo na direção de um acordo definitivo entre o governo sírio e os grupos oposicionistas participantes do Diálogo, que permita encerrar o conflito e assegurar à nação irmã da Síria, da qual o Brasil se sente especialmente próximo, um futuro seguro e pacífico. O Brasil sublinha seu compromisso com a independência, soberania e integridade territorial da Síria.

O governo brasileiro apela ao governo da República Árabe Síria para que estenda sua cooperação à implementação do Acordo de Cessação de Hostilidades e à retomada do Diálogo Intra-Sírio. Apela, também, a todos os Estados envolvidos a que, em cumprimento das resoluções do Conselho de Segurança, impeçam o fornecimento de armas e suprimentos a grupos terroristas designados pelo Conselho de Segurança, como o autodenominado "Estado Islâmico", a Al-Qaeda na Síria e milícias associadas.

O governo brasileiro reitera seu pleno apoio ao trabalho das Nações Unidas no campo humanitário e aos esforços de mediação em favor da paz conduzidos pelo Enviado Especial do Secretário-Geral, Staffan de Mistura.

 

José Serra
Ministro das Relações Exteriores

 

Fim do conteúdo da página