Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Excelentíssimo senhor Viktor Yanukovych, presidente da Ucrânia,

Senhor senador José Sarney, presidente do Senado Federal, ex-presidente do Brasil,

Excelentíssimo senhor Fernando Collor de Mello, presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado e ex-presidente da República Federativa do Brasil,

Embaixador Antonio Patriota, ministro das Relações Exteriores,

Senhoras e senhores ministros integrantes das delegações ucraniana e brasileira,

Senhores senadores Cristovam Buarque e Sérgio Souza,

Senhoras e senhores deputados federais,

Senhoras e senhores empresários. Em especial eu queria saudar os empresários do Paraná aqui presentes,

Senhoras e senhores,

Eu gostaria muito de dizer que é com alegria que recebemos hoje um amigo do Brasil, o presidente Yanukovych. E ele nos visita num momento – e eu não canso de dizer – extremamente, especial, particularmente feliz: os 120 anos da imigração ucraniana e do recebimento desses ucranianos - brasileiros e brasileiras - que integraram o nosso país, que deram sua contribuição, que foram trabalhadores incansáveis e empreendedores, e que integram a nossa nacionalidade. Nós somos um país multiétnico e multidiverso, e isso é muito importante, porque cria pontes entre nós e várias outras partes do nosso planeta.

Temos muito orgulho em abrigar a terceira maior comunidade de ucranianos do mundo. Quase meio milhão de descendentes de imigrantes, que aqui encontraram uma nova pátria e que eu queria dizer que ajudam, com determinação, a construir o nosso país.

Eu, como filha de imigrante búlgaro, bem sei o valor dessas contribuições étnicas e culturais para a formação de nossa nacionalidade.

Sua visita, senhor presidente Yanukovych, constitui valiosa oportunidade para que a gente fortaleça os vínculos entre nossos países e nossos povos.

Desde a independência da Ucrânia, em 1991, estamos aproximando duas nações que possuem desafios comuns e hoje possuem algo muito relevante: oportunidades compartilhadas.

A parceria estratégica estabelecida em 2009 entre Brasil e Ucrânia é o eixo desse processo. Desejo, assim, reafirmar meu compromisso em fortalecê-la, ampliando os campos de cooperação, especialmente nas áreas de alta tecnologia, como é o caso do Projeto Cyclone Space em Alcântara. É o caso da área de Educação, da área de Saúde e da área de Energia e Agricultura.

Estamos rompendo barreiras na área espacial, consolidando uma aliança que fez história com o projeto Cyclone-4. Sou muito grata aos esforços pessoais de Vossa Excelência para o avanço do projeto, inclusive no campo financeiro.

Esta é iniciativa de efeitos multiplicadores, e que agora se estende para a cooperação educacional. Tenho certeza de que o Maranhão saberá recebê-los cada vez com mais amizade e com mais carinho. Os engenheiros da Universidade de Brasília que partirão para estudar na Ucrânia, em dezembro próximo, serão precursores do que, espero, seja um caminho e um intercâmbio promissor de alunos e professores.

Com o apoio do Programa Ciência sem Fronteiras vamos fortalecer essa iniciativa de capacitação dos profissionais brasileiros na área de Ciências Exatas, aproveitando a reconhecida capacitação científica e técnica ucranianas.

Outro aspecto que evidencia o potencial de nossa relação é o crescimento, tanto do comércio bilateral como também das oportunidades que, a partir de agora, se abrem em nossos caminhos e em nossos horizontes.

Senhor Presidente,

Sua visita é um grande passo para que a gente aprofunde uma relação que valoriza e que sirva de catalisador para impulsionar, a partir de agora, cada vez mais, essa aliança e essa parceria estratégica que estabelecemos.

No seu retorno a Kiev, peço que leve a amizade e a mensagem de carinho e respeito do povo brasileiro pelo povo ucraniano, e, sobretudo, nossa expectativa de que a Seleção Ucraniana de Futebol se classifique para a Copa do Mundo de 2014. Estou certa de que atletas e torcedores ucranianos também serão recebidos de braços abertos nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

É com esse espírito de amizade e parceria que convido a todos a erguerem um brinde à prosperidade da Ucrânia, à cooperação entre nossos povos e países e à saúde do presidente Yanukovych!

 

Pesquisa:
Fim do conteúdo da página