Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
136

O Brasil foi eleito hoje, em reunião do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC), para o mandato 2017–2019 da Junta Executiva da ONU Mulheres, organismo que tem por objetivo promover e aprimorar as atividades da ONU em prol da igualdade de gênero e do empoderamento de mulheres e meninas em todo o mundo.

 A eleição reflete o compromisso do Brasil com a proteção e promoção dos direitos de todas as mulheres e meninas, também reforçado pela presidência brasileira na Comissão sobre a Situação das Mulheres. A plena igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres são prioridades do Governo brasileiro, indispensáveis para que a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável seja implementada em sua integralidade.

 O Brasil acompanha de perto o trabalho desenvolvido pela ONU Mulheres e reconhece seu protagonismo na promoção dos direitos humanos de mulheres e meninas, em toda a sua diversidade.

 O Governo brasileiro congratula-se com os demais países eleitos para a Junta Executiva e reitera sua determinação de contribuir de forma consistente, no cumprimento desse mandato, para que a ONU Mulheres continue a desempenhar seu importante papel.

Fim do conteúdo da página