Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Senhor Paolo Gentiloni, Ministro dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação Internacional da República Italiana,

Embaixador Raffaele Trombetta, Embaixador da República Italiana no Brasil,

Senhor Aldo Rebelo, Ministro de Estado da Defesa,

Senhor Eduardo Braga, Ministro de Estado de Minas e Energia,

Embaixador Sérgio Danese, Secretário-Geral das Relação Exteriores,

Embaixador Ricardo Neiva Tavares, Embaixador do Brasil na Itália

Professor Marco Aurélio Garcia,

Senhores e senhoras parlamentares,

Amigos e amigas,

Muito me alegra receber Vossa Excelência e sua delegação para que, uma vez mais, possamos celebrar os tradicionais laços de amizade, cooperação e parceria que unem o Brasil e a Itália. 

Sua vinda coroa um ano marcado por diversos encontros bilaterais de alto nível, inclusive a ida da Presidenta Dilma Rousseff a Roma e Milão, onde visitou a Expo 2015. Eu mesmo realizei visita a Itália em junho, ocasião em que mantivemos reunião extremamente produtiva da qual tenho excelentes memórias. 

É com satisfação que saúdo também os representantes das entidades e da comunidade empresarial italiana que o acompanham. A presença das senhoras e dos senhores reflete o enorme potencial das relações econômicas entre o Brasil e a Itália e aponta muito concretamente para a ampliação dos negócios entre nossos países.

Senhor Ministro, 

A Parceria Estratégica entre o Brasil e a Itália está amparada em ricas e históricas ligações humanas. A imigração italiana foi importante para a construção do Brasil moderno – sua indústria, seu comércio, sua agricultura – e, mais importante, deu contribuição fundamental para conformar aspectos da identidade do povo brasileiro. 

A Itália integra o imaginário brasileiro, seja pela memória das relações de sangue e de ancestralidade, seja pela força de sua história, cultura, arquitetura, língua e gastronomia. Não por acaso, cerca de 300 mil turistas brasileiros visitam a Itália todos os anos. É igualmente expressivo o afluxo de turistas italianos ao Brasil. 

Unidos também pela paixão pelo esporte – e por uma rica história de êxitos e mesmo saudável rivalidade em diversas modalidades esportivas –, brasileiros e italianos poderão desfrutar juntos, no ano que vem, da grande festa que serão os Jogos Olímpicos Rio 2016.

O Brasil é um dos principais destinos dos investimentos produtivos italianos no exterior. Nos últimos cinco anos, duplicou-se o número de filiais de companhias italianas no Brasil: de cerca de 600, em 2011, para mais de 1.200, em 2014. São inúmeras as oportunidades que se abrem para o investidor italiano, principalmente neste momento em que o Brasil lança nova etapa de modernização de sua infraestrutura de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos.

Senhoras e senhores,

Na manhã de hoje, o Ministro Gentiloni e eu tivemos a oportunidade de repassar as principais iniciativas de cooperação e parceria entre nossos países, bem como de tratar de temas das agendas regional e global. 

Fico contente de constatar as perspectivas muito promissoras de aproximação bilateral nas mais diversas áreas, do comércio e dos investimentos à energia e à defesa, passando pela educação e pelo espaço exterior. Em nossa atuação internacional, sobressai a grande convergência entre o Brasil e a Itália na promoção de valores e metas comuns, como a paz, os direitos humanos, a erradicação da pobreza, o desenvolvimento sustentável e a reforma da governança global. Nossa coordenação em Organismos Internacionais, que já é significativa, pode ser ampliada e aprimorada. 

As perspectivas de celebração de um acordo de associação entre o Mercosul e a União Europeia são animadoras. Um acordo nesses moldes contribuirá decisivamente para expandir o comércio, os investimentos e os negócios entre os nossos países. O Brasil e seus parceiros do Mercosul estão firmemente empenhados em viabilizar o acordo no mais breve prazo. Esperamos contar com o apoio da Itália para alcançarmos um entendimento que tenho certeza será benéfico para os nossos países.

Senhoras e senhores, 

O encontro de hoje é mais um capítulo na longa história que une Brasil e Itália. É com um espírito de celebração da amizade entre os nossos países que proponho um brinde à Vossa Excelência e à sua delegação.

 

Salute!

 

Esquerda se aproxima de formar governo em Portugal e premiê admite chance de ser deposto (Reuters)
Fim do conteúdo da página