Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

 

A Coordenação-Geral de Patrimônio Histórico (CGPH) publica neste Espaço da Memória informações sobre as obras pertencentes ao acervo do Itamaraty. 

 

 

 

 

Mesa de encosto brasileira em jacarandá, no estilo Barroco Joanino, período D.João V. Trata-se de um móvel colonial do século XVIII (primeira metade) de tampo retangular e liso sem decorações. Composta de duas gavetas, puxadores em bronze na forma de argolas e fechaduras em losango. Pernas lisas em curvas e pés de burro, acentuando o estilo Barroco Joanino. É possível que tenha sido pintada em preto, no intuito aparente de torná-la mais sofisticada. De acordo a pesquisadora Ângela Brandão, embora ainda houvesse transposição de peças de mobiliário da metrópole à colônia, o Brasil desde o século XVIII já contava, certamente, com uma importante produção de mobília, não apenas de aspecto rústico, destinada ao uso cotidiano, mas também aquela de caráter simbólico, associada ao luxo e à ostentação.

No contexto descrito, o móvel do período D. João V sofreu forte influência inglesa. Apresenta características inconfundíveis tais como: pernas em curvas e contra curvas, pés de “bicho”, estrutura mais robusta, pesados puxadores em metal ou prata nas gavetas e cômodas.

 

TD/06/02/2020

 

Referências:

Oitocentos - Arte Brasileira do Império à República - Tomo 2. / Organização Arthur Valle, Camila Dazzi. - Rio de Janeiro: EDUR-UFRRJ/DezenoveVinte, 2010.

Res Mobilis Revista internacional de investigación en mobiliario y objetos decorativos Vol. 5, nº. 6 (II), 2016

História do Mobiliário brasileiro, Revista CPC, São Paulo, n. 9, p. 42-64, nov. 2009/abr. 2010.

 

Pesquisa:
Fim do conteúdo da página