Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

https://br.reutersmedia.net/article/topNews/idBRKBN1WM18M-OBRTP 

07/10/2019

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro; edição Paula Arend Laier

A Polícia Federal e as forças de segurança de Mato Grosso lançaram operação nesta segunda-feira para cessar as atividades de um garimpo ilegal no município de Aripuanã, no noroeste do Estado, acusado de cometer crimes ambientais e de provocar um aumento da violência da região, informou a PF.

“De acordo com as investigações, além do impacto ambiental na região, o garimpo ilegal estaria causando grande impacto social no município com aumento do índice de homicídios, tráfico de drogas, prostituição”, disse a PF em nota sobre a ação, que disse visar restabelecer a tranquilidade no local.

A operação conta com 160 policiais, além de servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. De acordo com a PF, os agentes vão atuar ao longo de toda a semana no local para encerras as atividades do garimpo.

A ação representa a segunda fase da Operação Trypes, que foi deflagrada no mês passado com o objetivo de desarticular organização criminosa suspeita de atuar na extração e comercialização ilegal de ouro da Amazônia Legal.

Pesquisa:
Fim do conteúdo da página