Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Realizou-se em Casablanca, entre os dias 6 e 16 de fevereiro, o 26º Salão Internacional da Edição e do Livro (SIEL). O evento foi aberto pela princesa Lalla Hasnaa, irmã do Rei Mohammed VI e contou com a presença do embaixador do Brasil em Rabat, Julio Glinternick Bitelli.

 

 

 

Quase meio milhão de pessoas compareceram ao Salão, e cerca de 120 mil títulos foram oferecidos ao público, por mais de 700 expositores. Quarenta e dois países participaram do evento. O Brasil participou do SIEL junto a outros 8 países latino-americanos (Argentina, Chile, Colômbia, Guatemala, Panamá, Paraguai, Peru e República Dominicana), em estande oferecido pelo Ministério da Cultura. A Mauritânia foi o país homenageado. 

 

Durante o evento, os nove países latino-americanos organizaram, uma tarde de leitura de poemas. O Brasil participou com a leitura (em português e em francês) de "Poema de Sete Faces", de Carlos Drummond de Andrade. Também foram lidos excertos em árabe e em francês do romance "Becos da Memória", de Conceição Evaristo, recentemente publicado no Marrocos em árabe.

 

A Embaixada aproveitou o SIEL para também oferecer, na área externa do evento, em 13/02, pequeno "workshop" de capoeira ao público marroquino. O "workshop" e as atividades literárias acima mencionadas integraram a programação oficial do Salão (algo inédito para os países latino-americanos). Os organizadores do SIEL registraram a expectativa de que a edição do ano que vem conte novamente com atividades propostas pelos países latino-americanos. 

 

 

Fim do conteúdo da página