Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Turcomenistão

turcomenistao

 

As relações diplomáticas entre Brasil e Turcomenistão foram estabelecidas em 1996. Em 2006, a abertura da Embaixada do Brasil em Astana (atual Nur-Sultan), capital do Cazaquistão propiciou maior regularidade aos contatos entre autoridades dos dois países, sendo essa Embaixada cumulativamente responsável pelas relações entre Brasil e Turcomenistão. O Representante Permanente do Turcomenistão junto à ONU atua como Embaixador não-residente no Brasil.

Em outubro de 2015 foi realizada a primeira missão empresarial brasileira ao Turcomenistão, com participação de seis grupos empresariais brasileiros e de representante da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil. Organizada e apoiada pela Embaixada do Brasil no Cazaquistão, a iniciativa pioneira e histórica permitiu a identificação de oportunidades concretas de negócios.

Interessa a ambos os países desenvolver a cooperação em setores como agricultura, energia, pecuária, além de produção de algodão, seda e têxteis. Há oportunidades para empresas brasileiras atuarem no Turcomenistão nos setores de aviação, petróleo e gás, construção civil e alimentação.

O intercâmbio comercial com o Turcomenistão somou US$ 25,2 milhões em 2018, com exportações brasileiras no valor de US$ 19,47 milhões e US$ 5,71 de importações. O Brasil vendeu sobretudo carne de frango, suína e bovina. O único produto importado do Turcomenistão foi ureia. 


Cronologia das relações bilaterais

1996 – Estabelecimento de relações diplomáticas entre Brasil e Turcomenistão

 

2006 – Abertura da Embaixada do Brasil em Astana (Cazaquistão), cumulativamente responsável por representar o Brasil junto ao Turcomenistão

 

2012 – Visita ao Brasil do presidente Gurbanguly Berdimuhamedov, por ocasião da Conferência Rio+20

 

2015 – Realização da primeira missão empresarial brasileira ao Turcomenistão

Fim do conteúdo da página