Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página


As relações entre Brasil e Equador experimentam dinamismo crescente, marcado por grande coordenação. O Brasil e o Equador são parceiros tanto no âmbito bilateral quanto em foros regionais, com destaque para UNASUL, CELAC e OTCA. O Equador é parceiro estratégico no processo da integração sul-americana – o país sedia a Secretaria-Geral da UNASUL.

Do ponto de vista econômico, destaca-se o projeto de integração multimodal Eixo Manta-Manaus, ainda em estudo, entre o porto de Manta, no Pacífico, e o porto de Providencia, no rio Napo, de onde seria possível navegar até Tabatinga e Manaus (AM), após cruzar território peruano. O Eixo, se implementado, possibilitará o incremento das trocas comerciais e poderá contribuir para o dinamismo das economias do Norte e do Centro-Oeste do Brasil, em especial na Zona Franca de Manaus. Poderá servir, também, de alternativa ao transporte de mercadorias pelo Canal do Panamá, o que tornaria as exportações brasileiras para a Ásia mais competitivas.

O diálogo e a cooperação bilateral com o Equador são intensos em diversas áreas, com destaque para as áreas migratória, social e educacional. Os dois países vêm mantendo estreita coordenação no tema do combate às redes de imigração irregular que vêm atuando na região. O Equador está entre os países que mais enviaram missões ao Brasil para promover a cooperação em temas sociais, com destaque para políticas de combate à fome, à miséria e à desnutrição infantil.

Cronologia das relações bilaterais

1844 – Brasil e Equador estabeleceram relações diplomáticas em novembro, quando o Imperador D. Pedro II designou Manuel Cerqueira Lima encarregado de negócios junto aos Governos de Nova Granada (atual Colômbia) e Equador, com residência em Bogotá

1873 – Em janeiro, foi aberta a legação diplomática do Brasil residente em Quito

1904 – O Tratado de Limites, assinado em 6 de maio, entre Brasil e Equador, define a linha Tabatinga-Apapóris como marco divisório, em área ainda disputada com o Peru

1922 – Acordo de limites entre Colômbia e Peru deixa Equador sem fronteira com Brasil

1942 – Assinado, no Rio de Janeiro, no mês de janeiro, o Protocolo de Paz entre Peru e Equador, tendo como países-garantes Argentina, Brasil, Chile e EUA

1982 – O presidente Osvaldo Hurtado protagoniza a primeira visita oficial de um chefe de Estado equatoriano ao Brasil

1988 – O presidente José Sarney realiza a primeira visita de um chefe de Estado brasileiro ao Equador

1998 – Os presidentes do Peru, Alberto Fujimori, e Equador, Jamil Mahuad, assinam, em 26 de outubro, em Brasília, o Acordo de Paz Peru-Equador, que põe fim ao conflito sobre a fronteira não demarcada na Cordilheira do Condor. O acordo cria uma zona desmilitarizada e dois parques ecológicos na região

2003 – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visita o Equador (janeiro)

2003 – O presidente do Equador, Lúcio Gutiérrez, visita o Brasil (27 de maio)

2004 – Nova visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Quito (24 e 25 de agosto)

2005 – O Brasil concede asilo, em abril, ao ex-presidente Lúcio Gutiérrez, após seu refúgio na Embaixada do Brasil em Quito. Em outubro, Gutiérrez renunciou ao asilo e regressou a seu país

2005 – Visita do sr. ministro de Estado, embaixador Celso Amorim, a Quito (16 e 17 de agosto)

2006 – Visita do sr. ministro de Estado, embaixador Celso Amorim, ao Equador (18 de janeiro)

2006 – Visita do presidente eleito do Equador, Rafael Correa, a Brasília (8 de dezembro)

2007 Visita do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Equador para as cerimônias de posse do Presidente Rafael Correa (janeiro)

2007 – Visita da chanceler do Equador, María Fernanda Espinosa, ao Brasil (26 de março)

2007 – O presidente Rafael Correa realiza visita de Estado ao Brasil (4 de abril)

2007 – Os presidentes Lula e Correa mantêm encontro em Manaus (30 de setembro)

2007 – O sr. ministro de Estado, embaixador Celso Amorim, em visita a Quito, é recebido pelo presidente Rafael Correa e pela ministra da Defesa do Equador, María Fernanda Espinosa (4 e 5 de outubro)

2008 – Visita do presidente Rafael Correa ao Brasil, para angariar apoio na crise de seu país com a Colômbia (4 e 5 de março)

2008 – Entrada em operação, em agosto, da rota aérea regular Guaiaquil-Manaus-Quito, operada pela estatal equatoriana TAME. Em dezembro, a rota foi suspensa por inviabilidade econômica

2008 – Visita ao Brasil do ministro da Defesa do Equador, Javier Ponce (setembro)

2009 – O Chanceler Fander Falconí realiza visita a Brasília, quando encontra-se com o sr. ministro de Estado, embaixador Celso Amorim (24 de agosto)

2011 Visita do sr. ministro de Estado, embaixador Antonio Patriota, a Quito (15 de julho)

2011 – Chanceler Patiño mantém encontro bilateral com o sr. ministro de Estado, embaixador Antonio Patriota, em Manaus, à margem da XI Reunião de Chanceleres da OTCA (22 de novembro)

2012O chanceler Patiño realiza visita a Brasília para manter reunião do Mecanismo de Consultas Bilaterais com o sr. ministro de Estado, embaixador Antonio Patriota (30 de abril)

2012 – O presidente Rafael Correa visita o Brasil para participar da Cúpula Rio+20 (junho)

2012Acordo de Cooperação entre o Brasil e o Equador - 1º de outubro

2012 – O presidente Rafael Correa retorna ao Brasil para participar da Cúpula do Mercosul de Brasília (dezembro)

2013O chanceler Patiño mantem jantar de trabalho com o sr. ministro de Estado, embaixador Antonio Patriota, em Brasília, para tratar do tema da reforma do Sistema Interamericano de Direitos Humanos. A visita foi realizada no contexto de périplo do chanceler Patiño a países Sul-Americanos (março)

2013O sr. ministro de Estado, embaixador Antonio Patriota, visita Quito para manter reunião do Mecanismo de Consultas Bilaterais com o chanceler Patiño. Em seguida, participa de reunião de Chanceleres da OTCA, em Coca (maio)

2013 – O vice-presidente Michel Temer participou da cerimônia de posse do presidente Correa (maio)

2013Visita do Ministro das Relações Exteriores ao Equador (Quito, 2 de maio)

2013 – Acordo sobre Serviços Aéreos entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República do Equador (maio)

2013 – A presidenta Dilma Roussef manteve reunião bilateral com o presidente Rafael Correa à margem da Cúpula da UNASUL (Paramaribo, 30 de agosto)

2014O chanceler Patiño visita Brasília para manter encontro com o sr. ministro de Estado, embaixador Luiz Alberto Figueiredo (15 de janeiro)

2014 – O presidente Rafael Correa visitou o Brasil para participar da cerimônia de abertura da Copa do Mundo (junho)

2014 – Visita do presidente Rafael Correa ao Brasil, por ocasião das Cúpulas BRICS-Países da América do Sul e CELAC-China. Na ocasião, realiza visitas a São José dos Campos, São Paulo e Brasília (julho)

2015 – Visita do vice-presidente do Equador, Jorge Glas, por ocasião da posse da presidenta Dilma Rousseff. O vice-presidente equatoriano realiza encontro com o vice-presidente Michel Temer (janeiro)

2015 – Viagem  do ministro Mauro Vieira a Quito, por ocasião de reunião extraordinária do Conselho de Ministras e Ministros de Relações Exteriores da UNASUL sobre a situação na Venezuela (14 de março)

2015Viagem do ministro Mauro Vieira a Quito, por ocasião da reunião de chanceleres da CELAC. Os chanceleres de Brasil e Equador encontram-se à margem do evento (maio)

2016Viagem da presidenta Dilma Rousseff a Quito, ocasião em que mantém reunião bilateral com o presidente Rafael Correa (26 de janeiro), e participação da presidenta da República na IV Cúpula da Comunidade da CELAC (26 e 27 de janeiro)

 
 
Fim do conteúdo da página