Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

República de El Salvador


O Brasil mantém, desde 1906, relações diplomáticas estáveis e amistosas com El Salvador. O relacionamento estreitou–se na última década, por meio de visitas de alto nível e da intensificação da cooperação técnica, que se tornou o principal tema da agenda bilateral. Autoridades salvadorenhas costumam manifestar apreço pelo impacto positivo dos programas bilaterais e trilaterais de cooperação técnica implementados com o Brasil.

Em abril de 2017, foi realizada, em São Salvador, a XI Reunião do Grupo de Trabalho de Cooperação Técnica, ocasião em que se lançaram novos projetos nas áreas de saúde, agricultura e desenvolvimento social.

A visita do chanceler Hugo Martínez ao Brasil, em outubro de 2017, simbolizou o relançamento das relações bilaterais e a plena retomada do diálogo entre os dois países. Na ocasião, foram assinados instrumentos para a criação de um mecanismo bilateral de consultas políticas; para a colaboração entre as academias diplomáticas de ambos os países; e para o estabelecimento de cooperação em matéria de defesa.

El Salvador busca seguir uma política exterior universal, com ênfase na integração regional. Nesse contexto, o governo salvadorenho tem manifestado desejo de contribuir para o fortalecimento dos laços do Brasil com o Sistema da Integração Centro-Americana (SICA) e para o avanço do diálogo SICA-MERCOSUL.

A corrente de comércio Brasil-El Salvador atingiu seu ponto mais alto em 2008, registrando US$ 252,83 milhões. Desde então, perdeu dinamismo, registrando US$ 125,20 milhões em 2017. A balança comercial com El Salvador é tradicionalmente favorável ao Brasil: em 2017, o superávit brasileiro foi de US$ 115,2 milhões. As exportações brasileiras registraram US$ 120 milhões em 2017, aumento de 37,28 % em relação a 2016. Nas importações, houve decréscimo de 14,65% em relação a 2016, com registro de US$ 5,0 milhões.

Cronologia das Relações Bilaterais 

1906 – O presidente Afonso Pena assina Decreto criando as Legações do Brasil na Guatemala, Honduras, El Salvador, Nicarágua, Costa Rica e Panamá. Criada Legação em Cuba, cumulativa com El Salvador

1953 – Elevação da Legação em El Salvador à categoria de Embaixada

2008 – Duas visitas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a El Salvador, primeiro chefe de estado brasileiro a visitar aquele país

2009 – Visita do presidente Mauricio Funes ao Brasil

2011Visita ao Brasil da Secretária de Inclusão Social e Primeira Dama de El Salvador, Senhora Vanda Pignato (25 de abril a 3 de maio)

2013Visita ao Brasil do Ministro de Relações Exteriores de El Salvador, Jaime Alfredo Miranda Flamenco (Brasília, 1º de novembro) [Atos adotados]

2017 – Anunciada a adoção por El Salvador do padrão nipo-brasileiro de TV Digital (ISDB-T). XI Reunião do Grupo de Trabalho de Cooperação Técnica Brasil-El Salvador

Fim do conteúdo da página