Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Comunidade da Dominica


Brasil e Dominica estabeleceram relações diplomáticas em 1986. Por ocasião da I Cúpula Brasil – CARICOM, em 2010, as relações bilaterais foram impulsionadas, com ênfase no diálogo político e na cooperação técnica. Em 2014, foi assinado importante Acordo Básico de Cooperação Técnica entre Brasil e Comunidade da Dominica.

No âmbito da iniciativa Fortalecimento da Gestão de Recursos Hídricos em Países Caribenhos foram realizados vários cursos de capacitação de técnicos caribenhos na conservação de água e solo, bem como na governança e gestão de recursos hídricos, sendo um desses cursos em território dominiquense.

Em 2017, a temporada de furacões afetou gravemente a ilha de Dominica. Nesse contexto, o governo brasileiro destinou US$ 200 mil em recursos do projeto Brasil-FAO (Gestão de Riscos e de Desastres Socioambientais para Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina e Caribe) com a finalidade de apoiar a reconstrução do país caribenho.

Em 2018, o comércio bilateral totalizou US$ 4,02 milhões. As exportações brasileiras para a Comunidade da Dominica somaram US$ 3,98 milhões, ao passo que as importações totalizaram US$ 0,04 milhões. A balança bilateral é favorável ao Brasil, com superávit de US$ 3,94 milhões.

Cronologia das relações bilaterais

2018 – Fechamento, temporário, da Embaixada do Brasil em Roseau

2015 – Visita ao Brasil da embaixadora não-residente da Comunidade da Dominica, Jennifer Aird

2010 – Participação do primeiro-ministro da Comunidade da Dominica na I Cúpula Brasil – CARICOM, em Brasília

2009 – Abertura da embaixada do Brasil em Roseau Até então, os interesses brasileiros no país eram representados pela embaixada brasileira em Port of Spain, Trinidad e Tobago

2008 – Participação do ministro das Relações Exteriores da Comunidade da Dominica na I Cúpula da América Latina e do Caribe (CALC), na Costa do Sauipe

Fim do conteúdo da página