Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Comunidade das Bahamas


As relações entre Brasil e Bahamas têm-se caracterizado pelo diálogo concertado e pela aproximação em matéria de comércio e investimentos. A abertura da embaixada residente do Brasil em Nassau, em 2005, e as boas relações do Brasil com a Comunidade do Caribe trouxeram novas perspectivas para o diálogo político e a cooperação entre ambos os países.

O turismo, importante setor na economia desse país caribenho, também apresenta perspectivas de incremento, tendo sido assinado Acordo sobre Serviços Aéreos, em 2016.

A pauta de exportações brasileiras para as Bahamas é composta, em sua maior parte, por óleos combustíveis. Em 2018, o comércio bilateral totalizou US$ 121,3 milhões. As exportações brasileiras para a Comunidade das Bahamas somaram US$ 119,24 milhões (queda de 54,5% em relação a 2017), ao passo que as importações brasileiras totalizaram US$ 2,06 milhões. A balança bilateral é favorável ao Brasil, com superávit de US$ 117,18 milhões.

Cronologia das Relações Bilaterais

2013 – Participação do ministro dos Serviços Financeiros das Bahamas no evento "Brazil Investment Summit", em São Paulo

2012 – Participação do ministro das Relações Exteriores das Bahamas na Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20)

2010 – Participação do ministro das Relações Exteriores e vice-primeiro ministro das Bahamas na I Cúpula Brasil – CARICOM, realizada em Brasília

2008 – Participação do primeiro-ministro das Bahamas na Cúpula da América Latina e do Caribe sobre Integração e Desenvolvimento (CALC), na Costa do Sauipe

2005 – Estabelecimento da embaixada residente do Brasil na Comunidade das Bahamas, com sede em Nassau

Fim do conteúdo da página