Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

paises baixos

As relações entre o Brasil e os Países Baixos caracterizam-se pelo entendimento mútuo e pelo acervo de experiências históricas compartilhadas ao longo de quase dois séculos de interlocução ininterrupta entre os Governos de ambos os países. A relevância estratégica do relacionamento aumenta pela presença, no Caribe, de territórios autônomos constituintes do Reino dos Países Baixos – como Aruba, Curaçau e São Martinho (Sint Maarten) – e áreas de soberania neerlandesa.

Brasil e Países Baixos convergem na defesa do primado do Direito Internacional, da importância da proteção ao meio-ambiente, do respeito aos direitos humanos e do imperativo da assistência ao desenvolvimento.

O diálogo bilateral em nível político é amplo e tende a diversificar-se. As visitas de alto nível ocorrem com frequência. Em 2012, o então Príncipe-herdeiro e atual Rei Willem-Alexander, veio ao Brasil acompanhado por comitiva de mais de 250 empresários e 175 representantes de companhias e organizações neerlandesas. O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou os Países Baixos 2008, visita reciprocada em 2009 pelo então Primeiro-Ministro Jan Peter Balkenende. Visitaram os Países Baixos também os Ministros das Relações Exteriores Celso Amorim (2009) e Antonio de Aguiar Patriota (2013). A Presidenta Dilma Rousseff e o Primeiro-Ministro dos Países Baixos, Mark Rutte, reuniram-se à margem da VII Cúpula das Américas, na Cidade do Panamá (2015).

As relações comerciais e financeiras têm se intensificado e cooperação em ciência e tecnologia assume relevância cada vez maior. Cerca de 1000 bolsistas do programa Ciência sem Fronteiras estão inscritos em cursos nos Países Baixos, em áreas como ciências da vida, técnicas agrícolas, nanotecnologia, energia sustentável, bioeconomia, gestão de recursos hídricos, meteorologia e oceanografia. Os Países Baixos ocupam a 10ª posição entre os países receptores de bolsistas de graduação e doutorado enviados ao exterior pelo programa CsF, segundo dados compilados pela Organização Neerlandesa para a Cooperação em Ensino Superior (Nuffic).

No campo da diplomacia comercial, percebe-se que o Governo e o empresariado holandeses enxergam interessantes oportunidades de investimentos no Brasil no médio e longo prazo. Mais de 400 empresas neerlandesas estão instaladas no Brasil. A abertura de unidade da Agência Neerlandesa de Investimentos Estrangeiros (NIAE), em São Paulo, em 2012, mostra a importância que o país representa para a Holanda como parceiro de negócios e investimentos na América Latina.

Dados do Banco Central do Brasil de 2013 (último Censo) indicam que os Países Baixos figuraram como principal país de origem dos investidores no Brasil na modalidade IED, pelo critério de investidor imediato, com estoque de US$ 163,4 bilhões (equivalente a 28% do total). Em linha com o Banco Central, relatório da CEPAL de 2015 aponta os Países Baixos como principal fonte de IED, com 29% do total.

Os Países Baixos atraem número crescente de empresas brasileiras e são o principal destino dos investimentos brasileiros diretos no exterior. Há atualmente cerca de 40 grupos nacionais que atuam no país, de perfis e portes variados, dentre os quais destacam-se: Embraer, Petrobras, Braskem, JBS, Brazil Food, Continental Juices, dentre outras. O porto de Roterdã é a principal via de entrada para as exportações brasileiras destinadas ao continente europeu.

No tocante às trocas comerciais recentes, os Países Baixos são o quinto maior parceiro comercial do Brasil e quarto maior comprador individual de mercadorias brasileiras, tendo o fluxo de comércio superado US$ 12,5 bilhões em 2015.

 

Cronologia das relações bilaterais

1997 – Viagem do Ministro das Relações Exteriores, Luiz Felipe Lampreia (6 a 8 de abril)

1998 – Viagem do Vice-Presidente Marco Maciel (8 a 10 de fevereiro)

1998 – Visita do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Hans van Mierlo (9 a 11 de março)

1998 – Visita do Príncipe Herdeiro Willem-Alexander (8 a 15 de março)

1998 – Visita do Príncipe Herdeiro Willem-Alexander (23 a 26 de agosto)

1998 – Visita do Primeiro-Ministro Win Kok (27 de novembro a 1º de dezembro)

2000 – Viagem do Presidente Fernando Henrique Cardoso (9 e 10 de outubro)

2003 – Visita da Rainha Beatrix, do Príncipe Herdeiro Willem-Alexander e da Princesa Máxima (24 a 29 de março)

2004 – Visita do "Minister of State" Hans van Mierlo, no marco das comemorações do IV Centenário de Nascimento de Maurício de Nassau (17 de junho)

2005 – Visita da Princesa Máxima (28 de novembro a 1º de dezembro)

2007 – Visita do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Bernard Bot (16 de janeiro)

2007 – Assinatura de Memorando de Entendimento sobre o Estabelecimento de Mecanismos de Consultas Políticas (16 de janeiro)

2008 – Viagem do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (abril)

2009 – Visita do Primeiro-Ministro Jan Peter Balkenende (2 de março)

2009 – Viagem do Ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim (março)

2010 – Visita do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Maxime Verhagen (abril)

2011 – Promulgação de Lei que instituiu o Ano da Holanda no Brasil, em comemoração ao centenário da imigração "moderna" de holandeses ao Brasil

2011 – Visita do Ministro da Agricultura e Comércio Exterior, Henk Bleker, acompanhado de missão empresarial. Assinatura de Memorando de Entendimento para Cooperação em Ciência e Tecnologia (28 a 30 de novembro)

2012 – Visita da Ministra da Infraestrutura, Melanie Schutz van Haegen, acompanhada de missão comercial. Assinatura de Memorandos de Entendimento para Cooperação nas áreas de Portos, Transporte Marítimo e Logística; e para construção de porto em Presidente Kennedy (ES) (9 a 13 de abril)

2012 – Visita da Princesa Máxima, a convite do Banco Central Brasileiro, por suas funções na ONU e no G-20 no campo do Financiamento de Inclusão (7 a 10 de maio)

2012 Visita ao Brasil do Ministro dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos, Uri Rosenthal (Brasilia e São Paulo, 28 e 29 de maio)

2012 – Viagem ao Porto de Roterdã da Ministra-Chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffman, chefiando delegação composta pelo Ministro-Chefe da Secretaria Nacional dos Portos, Leônidas Cristino; Presidente da Empresa Brasileira de Planejamento e Logística, Bernardo Figueiredo, entre outros (agosto)

2012 – Visita do então Príncipe-Herdeiro Willem-Alexander e da Princesa Máxima (19 a 23 de novembro)

2013 – Viagem do Comandante da Marinha do Brasil, Almirante-de Esquadra Julio Soares de Moura Neto (19 a 22 de julho)

2013 – Visita da Ministra de Educação, Cultura e Ciência, Jet Bussemaker (22 a 26 de junho)

2013 – Viagem do Ministro das Relações Exteriores, Antônio de Aguiar Patriota (4 de julho)

2013 – Visita da Ministra do Comércio Exterior Lilianne Ploumen (novembro)

2013 – Viagem do Ministro-Chefe da Secretaria de Aviação Civil Wellington Moreira Franco. Assinatura de Memorando de Entendimento para cooperação na área de transporte aéreo (9 de dezembro) 

2014 – Viagem do Vice-Presidente Michel Temer, por ocasião da III Cúpula de Segurança Nuclear (23 a 26 de março)

2014 – Viagem do Ministro-Chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência, Marcelo Neri (27 de novembro)

2015 – Encontro bilateral entre a Presidenta Dilma Rousseff e Primeiro-Ministro Mark Rutte, à margem da VII Cúpula das Américas, na Cidade do Panamá (11 de abril)

2016 – Visita do Ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino dos Países Baixos, Bert Koenders – Rio de Janeiro e Brasília, 15 a 19 de julho de 2016

 
 
Fim do conteúdo da página