Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

República Islâmica da Mauritânia

mauritania
O Brasil reconheceu a independência da Mauritânia em 1960. As relações diplomáticas foram estabelecidas em 1961. Mais recentemente, o relacionamento tem experimentado adensamento, tendo havido visitas de autoridades de alto nível, instalação de Embaixadas residentes em ambas as capitais e a assinatura de diversos acordos – dentre eles, o de cooperação técnica, que permitiu aos dois países iniciar parcerias nas áreas agrícola e médica. Tem havido, também, crescente cooperação em matéria de defesa. O Brasil é um dos principais fornecedores no mercado mauritano. O país já adquiriu aeronaves da EMBRAER.

Cronologia das relações bilaterais

1960 – Brasil reconhece a independência da Mauritânia 

1961 – Estabelecimento de relações diplomáticas

2005 – Visita a Nouakchott do Ministro da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos, como enviado do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva

2005 – Visita a Brasília do Primeiro-Ministro Sghair Ould Bareck, por ocasião da I Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA), à margem da qual foi recebido pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva

2007 – Encontro entre o Ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e Presidente da Mauritânia, Sidi Ould Cheikh Abdallahi, à margem da 62ª Assembleia Geral da ONU

2010 – Abertura da Embaixada do Brasil em Nouakchott

2011 – Assinatura do Acordo de Cooperação Técnica 

2012Visita a Nouakchott do Ministro das Relações Exteriores, Antonio de Aguiar Patriota, ocasião em que foram assinados três acordos, inclusive o Memorando para a Criação de Comissão Mista Brasil-Mauritânia (25 e 26 de abril)

2012Visita a Brasília do Ministro dos Negócios Estrangeiros da Mauritânia, Hamadi Ould Hamadi (17 a 19 de dezembro)

2013 – Visita a Nouakchott do Navio Patrulha Oceânico APA, da Marinha do Brasil

Fim do conteúdo da página