Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
malta
 
Brasil e Malta estabeleceram relações diplomáticas em 1975. A Embaixada do Brasil em Roma (Itália) é cumulativamente responsável por representar o Governo brasileiro junto às autoridades maltesas. Malta, por sua vez, mantém Embaixador no Brasil com residência em Valeta, capital do país. O Governo maltês está abrindo um Consulado-Geral em São Paulo, que será a única representação não honorária do país em toda a América Latina e Caribe. A iniciativa contribuirá para a intensificação dos fluxos bilaterais de comércio e de investimentos.

Os Ministros das Relações Exteriores do Brasil e de Malta mantiveram reuniões em abril de 2009, por ocasião do II Fórum da Aliança de Civilizações, realizado em Istambul, na Turquia; e em setembro de 2012, em Nova York, à margem da abertura da 67ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas. Os principais temas discutidos nessas ocasiões foram cooperação na área financeira e assistência consular.

Em 2011, com a eclosão do conflito interno na Líbia, a colaboração do Governo maltês foi fundamental para a retirada segura de mais de 3.200 funcionários de empresa brasileira no país africano. Malta acolheu temporariamente todos os cidadãos brasileiros em seu território e permitiu o trânsito dos funcionários da empresa com outras nacionalidades.


Cronologia das relações bilaterais

1964 – Malta torna-se formalmente independente

1975 – Brasil e Malta estabelecem relações diplomáticas

2009 – Os Ministros das Relações Exteriores do Brasil e de Malta mantêm reunião em abril, por ocasião do II Fórum da Aliança de Civilizações (Istambul, Turquia)

2011 – Malta auxilia na retirada de 3.200 funcionários de empresa brasileira na Líbia

2012 – Os Ministros das Relações Exteriores do Brasil e de Malta reúnem-se em setembro, em Nova York, à margem da abertura da 67ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas

 
 
Fim do conteúdo da página