Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

ira

Estabelecidas em 1903, as relações Brasil e Irã foram intensificadas nos últimos anos, como demonstram as iniciativas bilaterais e as visitas de altas autoridades de ambos os países realizadas a partir de 2008. Nesse período, houve troca de visitas presidenciais (do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Irã, em 2010, e do Presidente Mahmoud Ahmadinejad ao Brasil, em 2009) e  diversas visitas ministeriais de ambos os lados. Em 2015, o relacionamento bilateral ganhou novo impulso com as visitas a Teerã do Ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, e do Ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, em momento de importante reconfiguração da inserção internacional do Irã, após a conclusão do acordo sobre o programa nuclear do país.

O Brasil saudou a conclusão do Plano de Ação Abrangente de Ação Conjunta (JCPoA), assinado entre os P5+1 (EUA, China, França, Reino Unido, Rússia e Alemanha) e o Irã, em julho de 2015. O acordo, que retira a questão nuclear iraniana da agenda do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU), representa importante vitória da diplomacia sobre o uso da força na solução de controvérsias internacionais e consagra princípios defendidos pelo Brasil desde 2010, quando o país articulou iniciativa conjunta com a Turquia e o Irã para a solução da questão nuclear iraniana. A Declaração de Teerã, assinada na ocasião, tinha como objetivo construir confiança e permitir o desbloqueio das negociações entre os P5+1 e o Irã, mas não chegou a ser posto em prática, devido à aprovação, pouco tempo depois, de nova rodada de sanções contra o Irã propostas pelos Estados Unidos no CSNU.

No plano bilateral, Brasil e Irã mantêm iniciativas de cooperação em diferentes áreas de interesse comum, como energia (hidroeletricidade e energias renováveis), ciência e tecnologia, capacitação industrial, temas sociais, educação, esportes e cultura.

O Irã vinha-se tornando importante parceiro do Brasil nos últimos anos. Entre 2002 e 2009, a corrente bilateral de comércio passou de US$ 500 milhões para US$ 1,24 bilhão. Em 2010, o Irã tornou-se o segundo maior comprador de carne do Brasil, ficando atrás apenas da Rússia, e, em 2012, o comércio atingiu US$ 2,18 bilhões. As sanções internacionais aplicadas contra o Irã desde 2012 por seu programa nuclear prejudicaram o comércio bilateral, que se reduziu a US$ 1.44 bilhão em 2014. Com o levantamento das sanções decorrente do JCPoA, espera-se que o comércio bilateral retome o caminho do crescimento que vinha trilhando desde 2009.

 

Cronologia das relações bilaterais

1903 – Estabelecimento de relações diplomáticas entre o Brasil e o Irã

1965 – Visita do Xá Reza Pahlavi ao Brasil

1976 – Visita ao Irã do Ministro da Fazenda, Mário Henrique Simonsen

1991 – Visita ao Irã do Ministro das Relações Exteriores, Francisco Rezek

1993 – Visita ao Brasil do Chanceler Ali Akbar Velayati para chefiar a delegação de seu país à III Reunião da Comissão Mista Bilateral

2000 – Realizada a I Reunião de Consultas Políticas, em Teerã

2002 – Visita ao Irã do Ministro da Cultura, Francisco Weffort, para participar da reunião do "Diálogo das Civilizações"

2005 – Visita ao Brasil do Ministro da Agricultura do Irã, Mahmoud Hojjati

2005 – Visita ao Brasil do Ministro da Economia e das Finanças do Irã, Feyed Safdar Hosseini, que foi recebido em audiência pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva

2005 – Visita oficial do Embaixador Said Jalili ao Brasil, como enviado do Presidente Ahmadinejad

2006 – Visita ao Brasil do Presidente do Parlamento iraniano, Gholam Ali Haddad-Adel

2008 – Realização da VI Reunião de Consultas Políticas em Brasília

2008 – Visita ao Irã do Ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim

2009 – Visita ao Brasil do Ministro dos Assuntos Cooperativos do Irã, Mohammad Abbassi

2009 – Visita ao Brasil do Ministro dos Negócios Estrangeiros do Irã, Manouchehr Mottaki

2009 – Visita ao Brasil do Presidente Mahmoud Ahmadinejad ao Brasil, ocasião em que foi recebido pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva

2010 – Visita ao Irã do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a primeira de um mandatário brasileiro àquele país. Assinatura da Declaração de Teerã, subscrita por Brasil, Turquia e Irã, acerca do programa nuclear iraniano

2012 – Participação do Presidente Ahmadinejad na Conferência Rio+20

2013 – Visita ao Irã do Ministro das Relações Exteriores, Antonio de Aguiar Patriota, para assistir a cerimônia de posse do Presidente Hassan Rouhani

2014 – Visita ao Brasil do Presidente do Conselho Estratégico de Relações Exteriores do Irã, Seyed Kamal Kharrazi

2015 – Visita ao Irã do Ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira (setembro)

2015 – Visita ao Irã do Ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro (outubro)

2016Visita a Teerã do Subsecretário-Geral de Assuntos Políticos II, Embaixador José Alfredo Graça Lima, para presidir, com o Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros para Europa e Américas, Embaixador Majid Takht Ravanchi, reunião do Mecanismo de Consultas Políticas Brasil-Irã (11 de abril)

 

 
 
Fim do conteúdo da página