Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
finlandia

 

A agenda do relacionamento entre Brasil e Finlândia é bastante positiva. A importância do Brasil para a diplomacia finlandesa tem sido confirmada nos discursos das mais altas autoridades daquele país. Em 2013, o Plano de Ação da Finlândia para a América Latina e Caribe descreveu o Brasil como "uma das engrenagens da economia mundial" e "ator relevante" da política internacional a partir dos anos 2000.

Entre os encontros de alto nível nos últimos anos, destacam-se a visita de Estado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Finlândia (2007) e a visita do primeiro-ministro Jyrki Katainen ao Brasil (2012).

A cooperação em ciência, tecnologia e inovação é um dos principais eixos das relações bilaterais. Com economia voltada para a geração de conhecimento e inovação, a Finlândia contribui para o esforço brasileiro de promoção de pesquisa em coordenação com os setores produtivos, com vistas a alcançar um novo patamar de competitividade.

Com sistema educacional de reconhecida excelência, a Finlândia é relevante parceira nas ações de cooperação acadêmica. A Finlândia aderiu ao Programa Ciência sem Fronteiras e tem reafirmado seu interesse na presença de estudantes brasileiros em suas instituições, que ofertam variados cursos em língua inglesa. Diante da qualidade de seu ensino básico, considerado o melhor do mundo por índices internacionais, a Finlândia tem atraído missões de instituições de educação primária e secundária brasileiras interessadas em aprofundar seu conhecimento sobre as experiências finlandesas.

As posições de Brasil e Finlândia convergem em muitos temas da agenda internacional. A Finlândia apoia a pretensão brasileira a um assento permanente em um Conselho de Segurança das Nações Unidas reformado e os dois países coincidem na necessidade de promover a atualização das instâncias de governança global.

O Brasil é o principal parceiro comercial da Finlândia na América Latina. Um dos eixos centrais do relacionamento, o fluxo de comércio e de investimentos ainda apresenta possibilidades de intensificação.

Há mais de duas décadas, a Finlândia organiza seu próprio carnaval – nos moldes do carnaval brasileiro, com desfile de escolas de samba (sete no total) e bailes. O país conta com mais de dez grupos de capoeira. A busca pelo aprendizado da língua portuguesa na variante brasileira tem aumentado, tendo havido crescimento contínuo de matrículas no Centro Cultural Brasil-Finlândia, da Embaixada do Brasil em Helsinque.

 

Cronologia das relações bilaterais

1876 – Visita de D. Pedro II ao sul do Grão-Ducado da Finlândia (Grão-Ducado Autônomo do Império Russo)

1919 – Brasil reconhece a independência da Finlândia

1929 – Estabelecimento de relações diplomáticas entre Brasil e Finlândia

1938 – Abertura da Embaixada do Brasil em Helsinque

1940 – Autorização, por Getúlio Vargas, da doação de 10 mil sacas de café à Finlândia, durante a Guerra de Inverno

1983 – Visita ao Brasil do ministro dos Negócios Estrangeiros, Pär Stenbäack

1986 – Visita ao Brasil do primeiro-ministro Taisto Kalevi Sorso

1986 – Visita ao Brasil do ministro do Comércio Exterior, Jerme Laine

1990 – Visita ao Brasil do ministro do Comércio Exterior, Pertti Salolainen

1996 – Visita ao Brasil da ministra dos Negócios Estrangeiros, Tarja Halonen

1996 – Visita ao Brasil do ministro para Assuntos Europeus e do Comércio Exterior, Ole Norrback

1997 – Visita ao Brasil do presidente da República, Matti Ahtissari

1998 – Visita ao Brasil do ministro do Comércio e Indústria, Antti Kalliomaki

2000 – Visita à Finlândia do ministro das Comunicações, João Pimenta da Veiga

2001 – Visita ao Brasil do ministro dos Transportes e Comunicações, Olli-Pekka Heinonen

2002 – Visita ao Brasil do ministro do Comércio Exterior, Jari Villén

2002 – Visita à Finlândia do vice-presidente da República, Marco Maciel

2003 – Visita ao Brasil da presidenta da República, Tarja Halonen

2004 – Visita à Finlândia do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan

2006 – Visita ao Brasil da presidenta da República, Tarja Halonen

2006 – Visita ao Brasil do ministro da Agricultura e Florestas, Juha Korkeaoja

2007 – Visita de Estado à Finlândia do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, acompanhado de expressiva comitiva ministerial

2008 – Visita ao Brasil do primeiro-ministro Matti Vanhanen

2009 – Visita ao Brasil do ministro do Comércio Exterior e do Desenvolvimento, Paavo Väyrinen

2011 – Reunião de Consultas Políticas entre as Chancelarias brasileira e finlandesa, em Helsinque

2012Visita ao Brasil do primeiro-ministro Jyrki Katainen e do ministro dos Assuntos Europeus e Comércio Exterior, Alexander Stubb

2013 – Visita ao Brasil do ministro da Economia, Jan Vapaavuori

2013 – Visita ao Brasil da ministra da Educação e Ciência, Krista Kiuru

2015 –  A presidenta Dilma Rousseff realiza visita à Finlândia, ocasião em que se reúne com o presidente Sauli Niinistö e com o primeiro-ministro Juha Sipilä (20 de outubro)

2016O ministro dos Negócios Estrangeiros da Finlândia, Timo Soini, realiza visita ao Brasil de 11 a 14 de agosto. Em Brasília, é recebido pelo ministro José Serra (11 de agosto)

 
 
Fim do conteúdo da página