Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
coreia sul
 

As relações diplomáticas entre o Brasil e a República da Coreia (Coreia do Sul) foram estabelecidas em outubro de 1959. O Brasil foi o 8º país do mundo e o 1º latino-americano a proceder ao reconhecimento oficial da Coreia do Sul. A Embaixada brasileira em Seul foi instalada em 1965. A primeira Embaixada sul-coreana na América Latina foi aberta no Rio de Janeiro, em 1962.

O histórico recente das relações entre o Brasil e a Coreia do Sul distingue-se, sobretudo, pela ampliação dos investimentos sul-coreanos no Brasil, pela intensificação da cooperação acadêmica – em especial no âmbito do programa "Ciência Sem Fronteiras" –, pelas perspectivas favoráveis na cooperação em ciência, tecnologia e inovação e pelo crescimento dos fluxos bilaterais de comércio. Há grande potencial de cooperação em setores de alta tecnologia, como semicondutores, tecnologias da informação e das comunicações, biotecnologia, energias renováveis, setor aeroespacial e nanotecnologia.

Nos últimos anos, houve aumento expressivo dos investimentos sul-coreanos no Brasil, especialmente nos setores eletrônico, automobilístico, petrolífero e siderúrgico.Em 2014, o Brasil foi o 14º destino das exportações sul-coreanas. O país asiático, por sua vez, foi a 23ª fonte das importações brasileiras. Ainda no ano passado, a Coreia do Sul foi o 3º parceiro comercial do Brasil na Ásia e o 7º no mundo. O Brasil é o maior parceiro comercial da Coreia do Sul na América Latina.

A Coreia do Sul foi o primeiro país da Ásia do Leste a integrar o programa "Ciência sem Fronteiras". Desde 2012, já foram concedidas 550 bolsas a estudantes brasileiros em suas universidades e centros de pesquisa. Empresas sul-coreanas oferecem estágios para os bolsistas brasileiros desde o início do "Ciência sem Fronteiras" no país, perfazendo cerca de 90% de bolsistas brasileiros beneficiados com estágios.

Em 2013 comemoraram-se os 50 anos da imigração coreana ao Brasil. O primeiro grupo de 109 pioneiros partiu da cidade de Busan, em dezembro de 1962, aportando em Santos, em fevereiro de 1963. A comunidade de coreanos e seus descendentes residentes no Brasil (principalmente na cidade de São Paulo) reúne cerca de 50 mil pessoas.

Em abril de 2015, foi realizada Visita de Estado da Presidenta Park Geun-hye ao Brasil, com extensa programação em Brasília e em São Paulo.

O Brasil é o único país latino-americano que possui Embaixadas residentes nas duas Coreias.

 
 
Fim do conteúdo da página