Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
coreia norte

 

As relações diplomáticas entre o Brasil com a República Popular Democrática da Coreia (Coreia do Norte) foram estabelecidas de 2001. A Embaixada do Brasil em Pyongyang foi instalada em 2009 e a Embaixada da Coreia do Norte em Brasília foi inaugurada em 2005. O Brasil é o único país latino-americano com Embaixadas residentes nas duas Coreias.

O Brasil estimula o diálogo e a negociação como meios para alcançar paz e estabilidade na Península Coreana e considera que ambas as Coreias devem ser atores protagônicos desse processo, sem prescindir do apoio da comunidade internacional – em particular, das Nações Unidas.

O Brasil presta cooperação técnica à Coreia do Norte em agricultura, especialmente no cultivo da soja. Em 2010, representantes do Ministério das Relações Exteriores e da EMBRAPA realizaram missão técnica ao país, ocasião em que foi firmado Acordo de Cooperação Econômica e Técnica.

Em solidariedade às dificuldades enfrentadas pelo povo norte-coreano, o Brasil realizou três iniciativas de ajuda humanitária ao país, todas por meio do Programa Mundial de Alimentos da ONU: em abril de 2010, doação pecuniária, no valor de US$ 200 mil; em dezembro de 2011, doação de 16,5 mil toneladas de milho; e entre abril e maio de 2012, doação de 4.600 toneladas de feijão.

Quando do lançamento de foguete norte-coreano (dezembro de 2012) e da realização de testes nucleares (fevereiro de 2013, maio de 2009 e outubro de 2006), o Brasil manifestou-se publicamente em favor do desarmamento e da não-proliferação de armas de destruição em massa, conclamando a Coreia do Norte a cumprir plenamente todas as resoluções pertinentes do Conselho de Segurança da ONU e contribuir ativamente para criar as condições necessárias à retomada das negociações voltadas a assegurar paz a e a segurança na Península.

 
 
Fim do conteúdo da página