Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
bangladesh
 

O Brasil estabeleceu relações diplomáticas com o Bangladesh em 1972 e, no ano seguinte, foi aberta a Embaixada bengalesa em Brasília. Ocorrida em 1974, a instalação da Embaixada do Brasil em Daca – a primeira de um país latino-americano em Bangladesh – contribuiu para a aproximação política entre os dois países.

A preocupação com os desafios do desenvolvimento social e econômico, a troca de experiências sobre o combate à fome e à pobreza e questões humanitárias são temas importantes nas relações bilaterais. Em 2011, o Congresso brasileiro autorizou a doação de 500 mil toneladas de alimentos a países em situação de insegurança alimentar, parte das quais foi destinada a Bangladesh. No ano seguinte, o Brasil doou sete mil toneladas de arroz ao país por meio do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA). Em 2013, foram doadas três mil toneladas.

Bangladesh também participa do Centro de Excelência contra a Fome, inaugurado em Brasília, em 2011. Fruto de parceria entre o Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas - PMA e o Brasil, o Centro é um espaço global de intercâmbio de experiências em proteção social, como iniciativas exitosas na promoção da segurança alimentar e nutricional e na implementação de programas de alimentação escolar sustentáveis.

O professor Mohammed Yunnus, cidadão bengalês, criou, em conjunto a Escola Superior de Propaganda e Marketing (São Paulo), o "Yunus ESPM Social Business Centre", com o objetivo de disseminar o conceito de "negócios sociais" e estimular a produção de conhecimento científico sobre o tema. Yunnus foi laureado com o Prêmio Nobel da Paz em 2006 por seu trabalho sobre os impactos positivos do "microcrédito", ou seja, de categoria de crédito para a população de baixa renda.

O comércio bilateral tem apresentado crescimento significativo. Em 2012, a corrente de comércio atingiu US$ 891 milhões – ao passo que, em 2002, registrou US$ 55 milhões. Do lado bengalês, a pauta de exportação para o Brasil concentra-se em artigos têxteis. Do lado brasileiro, concentra-se em açúcar.

 
 
Fim do conteúdo da página