Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
389

Os profissionais da imprensa privada interessados em participar da cobertura da XI Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP deverão solicitar credenciamento por meio do preenchimento do formulário eletrônico “Credenciamento de Imprensa” disponível no Portal do Itamaraty:

http://www.itamaraty.gov.br/index.php?option=com_rsform&formId=10

O prazo para solicitação de credenciamento encerra-se às 18h (horário de Brasília) do dia 25 de outubro.

Deverão ser anexados ao formulário eletrônico os seguintes arquivos (em formato jpg, gif ou pdf):

  1. a) foto em padrão para documento;
  2. b) para a imprensa brasileira, documento de identidade;
  3. c) para a imprensa estrangeira, passaporte (páginas em que constam o número do documento, a foto e os dados pessoais do titular); e
  4. d) cópia da carta de designação, em papel timbrado, assinada pelo editor ou diretor do veículo de comunicação.

Será permitido credenciamento de somente uma equipe por veículo.

Imprensa Oficial

Serão concedidas até 2 (duas) credenciais de imprensa oficial para cada delegação (um fotógrafo e um cinegrafista), para uso exclusivo de profissionais de imagem.

O credenciamento da imprensa oficial estrangeira será de responsabilidade das respectivas Missões Diplomáticas em Brasília. O credenciamento deverá ser solicitado até o dia 25 de outubro ao endereço eletrônico credenciamento@itamaraty.gov.br. Deverão ser anexadas ao referido e-mail Nota Verbal da Embaixada com nome completo, função e dados de passaporte (número, data de expedição e data de validade), bem como foto em padrão para documentos de cada um dos membros da delegação de imprensa oficial.

Assessores de imprensa e outros membros da comitiva oficial com responsabilidade sobre assuntos de imprensa deverão credenciar-se como delegação oficial ou técnica, observando eventual limitação de número de credenciais por delegação.

Outros cinegrafistas de emissoras de televisão governamentais, bem como repórteres e técnicos de televisões, rádios e agências oficiais deverão solicitar credenciamento como imprensa privada.

Fim do conteúdo da página